Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Repsol Honda Team no topo na Alemanha

Repsol Honda Team no topo na Alemanha

A Repsol Honda Team teve um primeiro dia de treinos livres muito positivo no Grande Prémio da Alemanha, com Dani Pedrosa a terminar na frente em ambas as sessões e o companheiro de equipa Casey Stoner muito perto, em segundo na tabela de tempos combinados.

O paddock de MotoGP voltou a contar com tempo adverso na Alemanha, com uma sessão no seco e outra no molhado. O circuito de Sachsenring deu as boas-vindas aos pilotos com sol durante o treino da manhã e Pedrosa e Stoner encontraram o ritmo rapidamente, afinando as suas RC213V e trabalhando com pneus macios oferecidos para este circuito único, com dez das suas 13 curvas para a esquerda.

 

Pedrosa, vencedor nos últimos dois anos, marcou o ritmo da manhã com uma volta em 1m22,357s e Stoner terminou em segundo a apenas 0,087s do espanhol. De tarde as condições climatéricas mudaram totalmente: começou com nuvens e quando os pilotos de MotoGP se preparavam para ir para a pista começou a chover. Ainda assim, os dois pilotos apresentaram-se competitivos no molhado: Pedrosa assinou a melhor volta (1m32,228s), 0,180s à frente de Stoner.

Dani Pedrosa

"O fim-de-semana começou muito bem para nós; senti-me confortável no seco e no molhado, mas só cumprimos metade do nosso plano para hoje. Queríamos testar os pneus duros durante a tarde porque, em teoria, o composto mais duro deve funcionar melhor nesta pista onde estamos muito tempo inclinados para a esquerda, e com o composto macio a moto escorrega muito. Hoje usei o novo chassis que recebemos em Assen e as sensações foram boas, mas gostava de comparar ambos os quadro outra vez antes da qualificação de amanhã, isto caso o tempo o permita.”

Casey Stoner

"Ficámos muito contentes em ambas as sessões de hoje. Senti-me confortável no seco e apresentei um ritmo consistentemente mais rápido que os outros e acredito que posso rodar um pouco mais rápido, o que é muito positivo. Lutámos um pouco no molhado, no início, precisávamos de mais tracção traseira, mas as condições não eram perfeitas porque mudaram ao longo da sessão, com algumas partes da pista a secar e depois a chegar mais chuva. Infelizmente temos vibrações na traseira, especialmente nas curvas para a direita, tanto no seco como no molhado, pelo que temos de melhorar isto antes da corrida.”

Comunicado de imprensa Repsol Honda Team.

Tags:
MotoGP, 2012, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Casey Stoner, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›