Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pedrosa assina primeira vitória da época em corrida dramática em Sachsenring

Pedrosa assina primeira vitória da época em corrida dramática em Sachsenring

Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team, foi o grande vencedor da dramática corrida do eni Motorrad Grande Prémio da Alemanha, à frente de Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso.

Dani Pedrosa (Repsol Honda) teve de chegar à oitava prova de 2012 e ao seu circuito preferido, Sachsenring — onde venceu nos últimos dois anos — para conseguir o primeiro triunfo de 2012 e subir ao mais alto do pódio pela primeira vez desde o GP do Japão do ano passado.

A vitória do catalão surgiu após dramático final de corrida, depois de longo duelo com o companheiro de equipa que tinha começado com o apagar das luzes e que terminou com a queda de Stoner depois dos dois terem rodado taco a taco durante 30 voltas; o australiano tentou uma derradeira ultrapassagem sobre Pedrosa, mas acabou no solo.

Stoner, que começou a corrida da pole pela quarta vez este ano, era o líder da corrida no final da primeira volta e impôs ritmo demolidor desde os primeiros momentos. Com Lorenzo a apresentar-se hoje com um andamento inferior, sempre em terceiro mas a cinco segundos dos rivais da Honda, a corrida mostrou desfecho incerto até à última volta, altura em que renhida luta entre os homens da Repsol Honda se resolveu a favor do espanhol.

Quem também beneficiou com o azar de Stoner foi Lorenzo, que viu o segundo posto aterrar-lhe no coloco e, com isso, recuperou quase toda a vantagem que perdeu com o incidente da primeira volta de Assen. O maiorquino deixa a Alemanha com 160 pontos, mas 14 que Pedrosa, agora em segundo, e mais 20 que o australiano, agora em terceiro.

Dovizioso e Cal Cruthlow, da Monster Yamaha Tech 3, mantiveram ritmo forte até cinco voltas do final, altura em que o britânico fez incursão por fora da pista. O erro do companheiro de equipa e o desaire de Stoner deram ao italiano o terceiro pódio da época. Ben Spies, Stefan Bradl, Valentino Rossi foram os nomes que se seguiram. Álvaro Bautista, que partiu do final da grelha devido à penalização pelo acidente de Assen, recuperou até ao sétimo posto, à frente de um desolado Crutchlow. Héctor Barberá e Nicky Hayden completaram a lista dos dez primeiros.

Tags:
MotoGP, 2012, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›