Compra de bilhetes
VideoPass purchase

MotoGP™ chega a Mugello com Lorenzo na frente

MotoGP™ chega a Mugello com Lorenzo na frente

Horas depois de anunciar a extensão de contrato de dois anos com a Repsol Honda Team ao lado do piloto de Moto2™ Marc Márquez, Dani Pedrosa juntou-se ao líder do Campeonato Jorge Lorenzo, Casey Stoner, Andrea Dovizioso e Valentino Rossi na conferência de imprensa desta quinta-feira no Grande Prémio de Itália TIM, em Mugello.

Pedrosa, actual segundo classificado após a primeira vitória do ano no fim-de-semana passado na Alemanha, confirmou ao início do dia a assinatura de contrato de mais dois anos com a Repsol Honda, ao lado do actual líder do Campeonato de Moto2™ Márquez, do Team CatalunyaCaixa Repsol. Ele disse: “Foi muito bom ganhar a corrida. Depois disso a Honda e eu anunciámos que vamos continuar juntos. São grandes notícias para mim porque estou com a Honda há muitos anos, desde que comecei a correr. Sempre corri pela Repsol Honda. Continuarmos juntos é fantástico e esperamos continuar fortes, também agora na segunda metade do campeonato.”

“Esta é uma grande pista para nós. No ano passado não contou muito porque não estava em forma, mas há dois anos ganhei a corrida aqui, pelo estou confiante. A Honda normalmente é boa aqui. Esperamos fazer bom trabalho para fazermos boa corrida.”

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, que recuperou a liderança do Campeonato com a segunda posição na Alemanha, também espera melhorar em Mugello e acredita no ritmo da Yamaha na pista. Ele comentou: “Em Sachsenring vimos o quão difícil vai ser lutar com o Casey e o Dani este ano. Parece que melhoraram um pouco nas últimas duas corridas; encontraram algo que lhes deu um pouco mias de velocidade. Mas não estamos mal, tirando Sachsenring. Esperamos voltar fortes e rápidos aqui. Gosto muito de Mugello. Venci aqui em 2006 e 2011. É uma pista que pode ser boa para o meu estilo de pilotagem e para a Yamaha, e este ano não vamos perder muito em termos de velocidade. Veremos amanhã.”

Casey Stoner, da Repsol Honda, que sofreu pouco habitual queda em Sachsenring, espera emendar a mão na pista italiana e recuperar pontos no campeonato.

“Sempre fomos rápidos aqui em Mugello. Conquistámos alguns pódios aqui e as coisas estavam a correr bem no ano passado. Estávamos contentes com o nosso ritmo, mas correu um pouco mal com a pressão dos pneus, pelo que não tínhamos nada no final da corrida. Espero que este ano seja diferente. Trabalhámos muito bem nas duas últimas corridas, tentando poupar os pneus, tentando fazer com que funcionem o melhor possível durante a distância da corrida. É claramente uma das pistas de que mais gosto. De forma geral estou contente com o nosso ritmo e se conseguirmos manter esse andamento até ao final da época não nos devemos ter de preocupar muito com a diferença de pontos neste momento.”

Andrea Dovizioso, da Monster Yamaha Tech 3, que assinou o terceiro pódio da época na Alemanha, espera dar continuidade ao bom momento de forma e apresentar boa prestação em casa.

“Chegar aqui depois de três pódios significa que estamos com muita confiança. Estou desejoso por ir para a pista, em particular pelo novo asfalto; penso que será mesmo bom para a nossa moto e para o meu estilo de pilotagem. Mas parece ser uma boa pista para todos, pelo que vai ser difícil. Queremos fazer uma corrida melhor e penso que temos alguma margem para melhorar. Parece que vai estar calor, pelo que teremos a oportunidade de trabalhar na moto e melhorar a velocidade.”

Valentino Rossi, da Ducati Team, que venceu na pista italiana por nove vezes ao longo da sua carreira de Grandes Prémios, espera apresentar boa prestação perante o seu público, mas mantém-se realista quanto às suas possibilidades. Ele disse: “Sofri uma grande queda aqui em 2010, mas tirando isso tenho grandes memórias da pista. Concordo com os outros, é um traçado fantástico e com grande atmosfera; é especial. Há muitos fãs que estão muito perto da pista, é por isso que gosto de correr aqui. Temos de fazer um esforço especial para tentarmos ser rápidos neste fim-de-semana. Em Sachsenring não estivemos muito mal, especialmente no fim. Consegui manter bom ritmo e ultrapassar alguns no final. Assim, temos de começar de melhor forma aqui para tentarmos estar mais perto dos da frente.”

Falando sobre o seu futuro e os rumores do que a Audi pode trazer após ter assumido o controlo da Ducati, Rossi disse: “Quando falei com a Audi fiquei contente porque eles estão muito entusiasmados para melhorarem a moto e para fazerem um esforço para melhorar a nossa prestação. Vamos falar sobre o futuro na próxima semana.”

Tags:
MotoGP, 2012, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, Jorge Lorenzo, Casey Stoner, Andrea Dovizioso, Dani Pedrosa, Valentino Rossi

Outras actualizações que o podem interessar ›