Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo bate recorde da pista em Itália

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, apresentou ritmo impressionante na última sessão de livres do Grande Prémio de Itália TIM, em Mugello, estabelecendo novo recorde da pista, à frente de Dani Pedrosa e Casey Stoner.

O contingente do MotoGP™ não se inibiu na sessão desta manhã, com os cinco primeiros a rodarem abaixo do recorde da pista estabelecido por Casey Stoner, da Repsol Honda Team, no ano passado (1m48,034s). Lorenzo apresentou tempos canhão desde o início e não tardou a rodar em meio segundo abaixo da anterior melhor marca da pista ao parar o cronómetro em 1m47,584s, com Pedrosa (Repsol Honda) a menos de um décimo. Stoner parece ter encontrado algum ritmo depois do dia de ontem e terminou a pouco mais de dois décimos da frente.

O companheiro de equipa de Ben Spies deverá estar contente com as melhorias apresentadas hoje. O americano registou o quarto tempo no final da sessão, relegando Andrea Dovizioso (Monster Yamaha Tech 3) para quinto. Contudo, Dovizioso fez o bastante para travar os ataques do seu companheiro de equipa Cal Crutchlow, que vai tentar levar a melhor sobre o italiano nesta jornada.

A sétima posição ficou a cargo de Nicky Hayden (Ducati Team), seguido de Héctor Barberá (Pramac Racing Team), que ontem estiveram no topo das tabelas de tempos depois de rodarem com o pneu de composto macio. Ele foram os dois únicos pilotos do Top 10 a não melhorarem as suas marcas. Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) não conseguiu melhor que o nono posto. Enquanto isso, Valentino Rossi (Ducati), que uma vez mais corre com capacete com desenho exclusivo para a prova em casa, fechou a lista dos dez primeiros e parece estar a concentrar-se no ritmo de corrida.

Álvaro Bautista (San Carlo Honda Gresini) continuou com maré de azar ao sofrer a terceira queda do fim-de-semana depois de perder a frente da sua Honda satélite. Ele saiu ileso do contratempo, mas parece ter pouco confiança na sua montada no circuito de Mugello. A melhor CRT foi a de Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar), que apresentou uma volta tremenda perto do final do treino.

Tags:
MotoGP, 2012, FP3

Outras actualizações que o podem interessar ›