Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo conquista pole em emocionante qualificação no Red Bull GP dos EUA

Lorenzo conquista pole em emocionante qualificação no Red Bull GP dos EUA

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, esteve em ritmo recordista durante a qualificação de hoje para o Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos, em Laguna Seca, ao conquistar a pole nos segundos finais para partir para a corrida à frente de Casey Stoner e Dani Pedrosa.

Lorenzo deixou para a última volta o ataque para conquistar a quarta pole consecutiva na pista, destronando Stoner, da Repsol Honda Team, que tinha assinado novo recorde do traçado poucas voltas antes. A completar a primeira linha da grelha, em terceiro, está o seu companheiro de equipa Dani Pedrosa, que brilhou durante os livres de ontem, mas não conseguiu igualar os dois mais rápidos da qualificação, que estiveram impressionantes.

A segunda linha é liderada pelo companheiro de equipa de Lorenzo, Ben Spies, que sofreu queda forte a 12 minutos do final. Apesar de ter saído do incidente algo abalado, ele voltou à pista nos minutos finais da sessão. Ao lado do piloto da casa, em quinto, ficou Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) que não mostrou estar afectado pela queda de ontem e terminou a apenas dois décimos de Spies. Andrea Dovizioso completa completa a segunda linha totalmente composta por pilotos Yamaha, mas o italiano vai certamente tentar tudo para voltar a levar a melhor sobre o companheiro de equipa na corrida de amanhã.

O sétimo posto da grelha foi assinado por Álvaro Bautista (San Carlo Honda Gresini), que estará contente com a ligeira melhoria depois de um fim-de-semana aquém do esperado até ao momento. Ao lado do espanhol partirá outro dos pilotos da casa, Nicky Hayden (Ducati Team), o melhor entre os pilotos aos comandos da Desmosedici. A completar a terceira linha estará Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP), que recuperou bem de incursão pela gravilha na primeira volta, na famosa Saca-rolhas.

O companheiro de equipa de Hayden, Valentino Rossi, fecha a lista dos dez primeiros após mais uma desapontante qualificação para o transalpino. Ele vai voltar a apostar tudo na sua tradicional consistência em corrida para recuperar posições amanhã. O melhor piloto CRT foi Randy de Puniet, da Power Electronics Aspar, que terminou em 11º. Steve Rapp, aos comandos da CRT da Attack Performance, não se qualificou para a corrida ao registar um tempo fora dos 107% da melhor marca. Isto obriga Rapp a assinar um tempo dentro deste limite durante o warm up de amanhã para poder participar na prova. Além da queda de Spies, Mattia Pasini (Speed Master) também foi ao chão, mas felizmente saiu ileso do contratempo.

Tags:
MotoGP, 2012, RED BULL U.S. GRAND PRIX, QP

Outras actualizações que o podem interessar ›