Compra de bilhetes
VideoPass purchase

GPTech vai ser segunda wild card da época nas CRT em Indianápolis

GPTech vai ser segunda wild card da época nas CRT em Indianápolis

Além da CRT da Attack Performance, Indianápolis vai contar com mais uma CRT wild card, a da formação GPTech, do Indiana.

A formação não é uma estranha ao campeonato de MotoGP™ depois de ter já alinhado na Moto2™ em 2010 e 2011 com chassis FTR. O grande sucesso conseguido pela equipa surgiu na estreia quando garantiu um nono lugar. Contudo, este ano vai tirar total partido dos regulamentos CRT para alinhar na categoria rainha.

A chassis será um desenhado de propósito para a prova e foi construído com a ajuda da BCL Motorsports de Ontario, Canadá, contanto com muito afinado motor Suzuki GSX-R1000. A GPTech contou também com a ajuda da MCJ Motorsports para a assistir no desenvolvimento do bloco propulsor.

As comandos da máquina estará Aaron Yates, piloto de 38 anos natural de Milledgeville, Georgia, que é quatro vezes Campeão Nacional AMA. Yates sofreu grave fractura na perna numa queda durante uma corrida da AMA Superbike em 2010, na Auto Club Speedway de Fontana, California, mas está agora totalmente recuperado.

O patrão da GPTech, Geoff Maloney, já deixou claro que quer deixar marca na ronda americana do campeonato, desde pilotos e mecânicos, a companhias que fabricam peças para competição. Depois da difícil estreia da Attack Performance em Laguna Seca, onde não conseguiu qualificar-se para a corrida, a GPTech vai certamente ter muito trabalho pela frente quando entrar no Brickyard.

Tags:
MotoGP, 2012, RED BULL INDIANAPOLIS GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›