Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Cortese na pole em dramática qualificação em Indianápolis

Sandro Cortese, da Red Bull KTM Ajo, deu continuidade ao bom momento de forma na atribulada qualificação para o Red Bull Grande Prémio de Indianápolis e assinou fantástica pole position à frente de Danny Kent e Maverick Viñales.

A sessão começou mal para Héctor Faubel, da Mapfre Aspar Team Moto3, que sofreu enorme queda na última curva, sendo cuspido da moto pela frente. A qualificação foi interrompida com bandeira vermelha durante cerca de dez minutos enquanto Faubel foi levado para o centro médico, onde não lhe foi diagnosticada nenhuma lesão. Ainda assim, ele foi transportado para o Hospital Metodista de Indianápolis para mais exames dadas as dores de que se queixou.

Assim que a acção foi reatada Cortese apresentou um tempo de 1m48,545s para se colocar na frente para a corrida de amanhã. A seu lado partirá o seu companheiro de equipa Kent, que deverá estar frustrado por ter perdido a pole por escassa margem. Viñales, da Blusens Avintia, completa a primeira linha depois de ter apanhado tráfego na sua última volta.

A segunda linha é liderada por Luis Salom (RW Racing GP), com o quinto lugar a cargo de Zulfahmi Khairuddin (AirAsia-SIC-Ajo). O sexto posto ficou a cargo de Alex Rins (Estrella Galicia 0,0), que não conseguiu repetir a prestação dos livres. Efrén Vázques (JHK Laglisse) terminou a qualificação em sétimo depois de ter abortado a última volta rápida nos segundos finais da qualificação. A seu lado, em oitavo, estará Romano Fenati (Team Italia FMI) que apresentou sólida prestação, enquanto o nono posto foi rubricado por Alberto Moncayo (Andalucia JHK Laglisse).

Enquanto isso, Miguel Oliveira, da Estrella Galicia 0,0, sofreu queda a meio da sessão, mas voltou de imediato à pista. O jovem português ainda chegou a ocupar o sétimo posto, mas nos momentos finais viu-se relegado para a 11ª posição.

A sessão foi marcada por vários acidentes, com Jack Miller (Caretta Technology) a sofrer azarada queda pouco depois do re-início da sessão e acabou por levar consigo Adrián Martín (JHK Laglisse). O espanhol voltou ao trabalho, mas Miller fracturou a clavícula esquerda pela segunda vez esta época.

A apenas dez minutos do final Niccolò Antonelli (San Carlo Gresini Moto3) também caiu, na Curva 11, mas voltou a pegar na moto para regressar às boxes. Pouco depois foi a ver de Danny Webb (Mahindra Racing), cuspido da moto na Curva 4 e que o deixou com dores no braço e pulso. Alex Márquez (Ambrogio Next Racing) sofreu três quedas ao longo da sessão, com a última a ser muito aparatosa e a dar origem a nova bandeira vermelha a 23 segundos do final. Márquez também foi ao centro médico devido às dores no pé.

A bandeira vermelha colocou ponto final na última volta lançada de muitos pilotos, com Vázquez a rodar em ritmo para a pole.

Tags:
Moto3, 2012, QP

Outras actualizações que o podem interessar ›