Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Salom voa para primeira vitória da carreira em Indianápolis

A corrida de Moto3™ do Red Bull Grande Prémio de Indianápolis teve drama e emoção até ao final, com Luis Salom, da RW Racing GP, a estrear-se no mais alto do pódio à frente de Sandro Cortese e Jonas Folger, com Miguel Oliveira em quarto após queda de Maverick Viñales na última curva.

Danny Kent, da Red Bull KTM-Ajo, Luis Salom, da RW Racing GP e o companheiro de equipa de Kent, Sandro Cortese, foram os que partiram melhor, liderando o grupo da frente nas primeiras voltas. Enquanto isso, um acidente no início da prova fazia Adrián Martín (JHK Laglisse) levar consigo Niklas Ajo (TT Motion Events Racing), enquanto Jasper Iwema (Moto FGR) era posto fora por Niccolò Antonelli (San Carlo Honda Gresini). Ajor, que voltou à pista, viu depois a bandeira preta por ‘comportamento anti-desportivo’ ao confrontar Martín pelo incidente.

A 17 voltas do final Alex Rins (Estrella Galicia 0,0) e Maverick Viñales (Blusens Avintia) trocavam de posições em segundo enquanto Zulfahmi Khairuddin (AirAsia-SIC-Ajo) tentava isolar-se na frente. Enquanto a luta na frente se desenrolava, Alex Márquez (Ambrogio Next Racing) caía e desistia da primeira corrida de Moto3 da carreira. Efrén Vázquez (JHK), que estava na perseguição do grupo atrás dos três primeiros, saiu de pista a 12 voltas do final colocando ponto final em fim-de-semana frustrante. Enquanto isso, o companheiro de equipa de Salom, Brad Binder, teve de desistir com problemas de motor e Cortese e Salom passavem Khairuddin para irem atrás de Viñales. A apenas sete voltas do final Alan Techer (Technomag-CIP-TSR) perdeu a frente da moto e deu assim por concluída a corrida. Ele saiu ileso do incidente.

A última volta foi absolutamente emocionante, com Cortese, Viñales e Salom a trocarem de posições na frente e quase tocando uns nos outros pelo caminho. Contudo, foi Salom quem avaliou melhor a situação para assinar a primeira vitória na carreira de Grandes Prémios à frente de Cortese, enquanto Viñales protagonizava o drama final ao cair na última curva, não conseguindo voltar à corrida. Um contratempo que deu a Cortese uma vantagem de 29 pontos na frente do Campeonato. Ao mesmo tempo, Miguel Oliveira (Estrella Galicia 0,0) também travava emocionante luta com Folger, mas acabou por se ver relegado para quarto naquela que foi a primeira corrida do germânico pela Mapfre Aspar Team Moto3. Seguiram-se Romano Fenati (Team Italia FMI), Rins, Jakub Kornfeil (Redox-Ongetta-Centro Seta), Alberto Moncayo (Andalucia JHK Laglisse) Alexis Masbou (Caretta Technology).

O companheiro de equipa de Folger, Héctor Faubel, esteve ausente da corrida devido a lesões resultantes de forte queda sofrida ontem, tal como Jack Miller (Caretta Technology), que partiu a clavícula esquerda pela segunda vez esta época. Danny Webb (Mahindra Racing) foi outro piloto a não participar devido a fractura do pulso direito na qualificação.

Tags:
Moto3, 2012, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›