Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Lorenzo roda para vitória dominadora em emocionante corrida de Misano

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, disparou para a vitória em dramática corrida no Grande Prémio Aperol de São Marino e da Riviera de Rimini deste fim-de-semana, à frente de Valentino Rossi e Álvaro Bautista.

Foi uma partida problemática e abortada devido a problemas com a Ducati da Cardion AB Racing de Karel Abraham, o que levou a novo procedimento. A corrida foi então reduzida para 27 voltas devido a mais uma volta de apresentação, mas houve ainda mais uma reviravolta com o homem da pole, Dani Pedrosa (Repsol Honda Team), a ter de partir do final da grelha depois de ter levado a sua moto ao pit lane para a voltar a ligar.

A história teve mais uma reviravolta no que toca à luta pelo ceptro com Pedrosa a ser colocado fora da corrida nas primeiras curvas pela ronda frontal de Héctor Barberá (Pramac Racing), tudo quando o espanhol recuperava terreno. Na frente Lorenzo fazia a melhor partida, seguido por um bravo Valentino Rossi com a sua Ducati e por Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP).

Pouco depois foi a vez de Abraham ir ao chão, o mesmo acontecendo com Mattia Pasini (Speed Master) e Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3). O companheiro de equipa do britânico, Dovizioso, mantinha-se colado a Bradl, enquanto Álvaro Bautista (San Carlo Honda Gresini) passava Ben Spies (Yamaha) para chegar a quinto. A 19 voltas do final Lorenzo tinha-se afastado de Rossi, que trabalhava de forma incansável para manter Bradl afastado.

A 12 voltas do final Bautista apanhou a roda traseira de Dovizioso e procurava forma de passar. Após mais de meia volta atrás do italiano o espanhol passou para quarto para ir atrás de Bradl, que acabou por apanhar duas voltas mais tarde. Bautista parecia um homem possuído ao passar o germânico para o mais baixo do pódio. Atrás do espanhol, Bradl, Dovizioso e Spies estavam todos a aproximar-se quando faltavam sete voltas para o final, proporcionando emocionante luta pelo terceiro posto.

A três voltas do final Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar) viu-se forçado a desistir da corrida, enquanto Dovizioso e Spies passavam Bradl. Pouco depois o italiano levava a cabo arrebatadora luta pelo terceiro lugar com Bautista mesmo até ao final. Enquanto isso, Lorenzo vencia a corrida à frente de Rossi e com Bautista a estrear-se no pódio depois de photo finish com Dovizioso. A sexta vitória de Lorenzo deixa-o com 38 pontos de vantagem na frente do Campeonato, enquanto o pódio de Rossi foi o seu melhor resultado com a Ducati no Seco. Atrás de Dovizioso terminaram Spies, Bradl e Nicky Hayden (Ducati). Rea (Repsol Honda) esteve bem ao terminar em oitavo no GP de estreia, à frente do companheiro de equipa de Espargaró, De Puniet, e de Pirro, da San Carlo.

Tags:
MotoGP, 2012, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›