Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Luta espanhola continua com MotoGP™ a chegar a Aragão

Luta espanhola continua com MotoGP™ a chegar a Aragão

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, chega ao Motorland Aragón este fim-de-semana com 38 pontos de vantagem no topo da classificação do MotoGP™, enquanto Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team, continua a ser o principal rival e vai ter a possibilidade de se redimir de Misano.

O Grande Prémio Iveco de Aragão disputa-se pelo terceiro ano consecutivo, um traçado onde as duas corridas já disputadas foram ganhas por Casey Stoner. O australiano da Repsol Honda, que espera voltar à acção na ronda nipónica de meados de Outubro, vai voltar a ser substituído por Jonathon Rea, que terminou em oitavo na estreia na categoria rainha em Misano. Contudo, Lorenzo e Pedrosa vão continuar a ser o centro das atenções, ambos em busca do triunfo numa pista onde ainda nenhum deles venceu antes.

O companheiro de equipa de Lorenzo na Yamaha, Ben Spies, vai continuar a procurar resultados positivos depois de ter completado a última corrida sem qualquer tipo de contratempo. Mas, muitas das atenções vão estar colocadas na Ducati Team, em particular em Valentino Rossi que parece ter encontrado os ingredientes que faltavam na sua Descmosedici. Depois de ter terminado no pódio em Misano com uma moto actualizada e de ter reportado um teste positivo após o GP, Rossi e o companheiro de equipa Nicky Hayden esperam ter a possibilidade de confirmar o que encontraram com mais um resultado positivo em Espanha.

Com o futuro ainda incerto, Álvaro Bautista (San Carlo Honda Gresini), que terminou no pódio na última jornada, vai voltar a dar tudo para tentar manter a actual montada em 2013. Ele deverá estar muito motivado com o terceiro posto conquistado em Misano, enquanto outro piloto satélite da Honda, Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP), espera ultrapassar os problemas que teve com o pneu frontal na última prova. Andrea Dovizioso, da Monster Yamaha Tech 3, poderá ser o piloto mais determinado na grelha de Aragão depois de ter perdido o último pódio por apenas 0,003s, enquanto o companheiro de equipa Cal Crutchlow vai tentar recuperar da queda.

Ambas as formações satélite da Ducati vão tentar melhorar bastante em Espanha depois de Karel Abraham (Cardion AB Racing) ter sofrido os primeiros problemas mecânicos, seguidos depois de queda, e com Héctor Barberá (Pramac Racing Team) a cair e a ter levado Pedrosa consigo logo nas primeiras curvas. Como é habitual, Aragão vão contar com a presença das CRT, incluindo Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing) e Danilo Petrucci (Came IodaRacing Project). Ambos estão agora a rodar com chassis Suter com motor BMW na tentativa de acelerarem o desenvolvimento da moto. Enquanto Edwards assinou o seu melhor resultado em Misano, Petruci vai tentar evitar os problemas técnicos que afectaram a sua corrida em casa.

Randy de Puniet (Power Electronics Aspar) continua a dominar as CRT, à frente do companheiro de equipa Aleix Espargaró, se bem que vai contar com o desafio de Michelle Pirro (San Carlo), Mattia Pasini (Speed Master), a dupla da Avintia Blusens composta por Yonny Hernandez e David Salom, e James Ellison, da Paul Bird Motorsport.

Tags:
MotoGP, 2012, GRAN PREMIO IVECO DE ARAGÓN

Outras actualizações que o podem interessar ›