Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Márquez voa para fantástica vitória em Motegi

Márquez voa para fantástica vitória em Motegi

Marc Márquez, do Team CatalunyaCaixa Repsol, voou para fantástico triunfo ma atribulada corrida de Moto2™ no AirAsia Grande Prémio do Japão, em Motegi, à frente de Pol Espargaró e Esteve Rabat.

O início já se tinha revelado atribulado, com a moto de Márquez a não ter uma velocidade engrenada, o que o levou a chegar à primeira curva quase em último depois de ter sido passado por quase toda a grelha. Assim, foi Scott Redding (Marc VDS Racing Team) quem liderou os momentos iniciais da prova, à frente de Pol Espargaró (Tuenti Movil HP 40), enquanto Márquez fazia impressionante recuperação para chegar a sétimo nas duas primeiras voltas. Pouco depois, e na sequência de animados despiques, a liderança foi para o companheiro de equipa de Espargaró, Esteve Rabat, enquanto Toni Elías (Italtrans Racing Team) escalava até terceiro.

A 19 voltas do final Márquez era já quinto, enquanto Bradley Smith (Tech 3 Racing) era toca pelo azar e via-se obrigado a desistir devido a problemas mecânicos, isto depois de se ter mostrado forte durante todo o fim-de-semana. Uma volta depois Espargaró re-encontrou o seu ritmo e regressou a segundo para perseguir o seu companheiro de equipa enquanto um erro de Redding permitiu a passagem de Márquez e Elías.

Com 17 voltas ainda pela frente Espargaró quase deitou tudo por terra ao perder controlo da moto quando totalmente inclinado, ainda assim conseguiu evitar a queda de forma formidável. Márquez também esteve bem o evitá-lo quando ele passou para segundo. Coube então a Rabat defender-se do líder do Campeonato, que estava colado à sua roda traseira quando faltavam 14 voltas. Uma passagem pela meta mais tarde Márquez tirou partido do cone de ar para passar para a liderança, enquanto Espargaró se aproximava em terceiro. Enquanto isso, o wildcar Kohta Nozane (SAG Team) via a bandeira preta ao regressar à pista depois de ter já desistido.

O companheiro de equipa de Redding, Mika Kallio, alargou a trajectória a 11 voltas do fim, caindo na classificação, enquanto Espargaró passou Rabat para ir atrás de Márquez. Umas voltas mais tarde Nico Terol (Mapfre Aspar Team Moto2) copiou Kallio e também alargou a linha na Curva 1, indo à gravilha. Com o pelotão a acalmar um pouco, Espargaró apanho Márquez a seis voltas do final e os dois passaram a rodar sozinhos na frente. Três voltas depois acabava a corrida para Elías que sofria queda quando rodava em quinto.

Espargaró tentou passar a meio da penúltima volta, mas quase entrou na traseira de Márquez. Ao evitar o acidente acabou por alargar a trajectória e perder algum terreno. Rabat mantinha-se firme na terceira posição, enquanto Redding tentava defender-se de Tom Lúthi (Interwetten-Paddock). Ainda assim Espargaró voltou a dar luta, mas sem frutos uma vez que Márquez foi o primeiro a cruzar a linha de meta com Rabat a registar o primeiro pódio da época.

Márquez conta agora com 53 pontos de vantagem no topo do Campeonato, o que faz dele o claro candidato ao ceptro. Redding manteve o quarto posto na corrida, à frente de Lüthi, Simone Corsi (Came IodaRacing Project), Takaaki Nakagami, Johann Zarco (JiR Moto2), Axel Pons e Dominique Aegerter (Technomag-CIP).

Tags:
Moto2, 2012, AIRASIA GRAND PRIX OF JAPAN, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›