Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Crutchlow conquista segundo pódio em GPs em Phillip Island

Cal Crutchlow, da Monster Yamaha Tech 3, deu a si próprio excelente prenda de aniversário ao assinar brilhante segundo pódio da carreira este domingo no AirAsia Grande Prémio da Austrália.

 

O britânico faz 27 anos amanhã (segunda-feira) e iniciou as celebrações mais cedo depois da fantástica prestação que o levou ao terceiro lugar perante 53.100 espectadores que bateram o recorde de público na pista de Phillip Island. Crutchlow ainda não se sentia a 100% depois de ter sido afectado por bronquite no início da semana, mas conseguiu manter ritmo rápido e consistente nas condições solarengas, mas frias, para levar a YZR-M1 a muito merecida terceira posição.
 
Foi o segundo pódio de Crutchlow no que tem sido uma positiva segunda temporada no MotoGP e o resultado de hoje significa que ainda tem a possibilidade remota de garantir uma posição nos cinco primeiros do Campeonato do Mundo quando falta disputar uma jornada.
 
Com Crutchlow a rodar longe em terceiro, Dovizioso ofereceu a luta mais emocionante da corrida de 27 voltas. A sua emocionante batalha com Bautista e Bradl foi levada aos limites, com Dovizioso a começar a última volta na cauda do grupo, em sexto. A mestria e experiência do italiano veio ao de cima nos decisivos momentos finais ao passar Bradl e Bautista para terminar em quarto.
 
Cal Crutchlow 3º 
“Estou mesmo muito contente com este resultado porque, acima de tudo, é uma grande forma de terminar esta sequência de três corridas. Depois da desilusão de ficar sem combustível enquanto lutava pelo pódio na última volta no Japão e depois a queda em Sepang, precisava mesmo de um resultado positivo aqui e foi isso que consegui. Considerando o quão doente me sentia, com febre e bronquite, estar de volta ao pódio é uma sensação fantástica e claramente merecida. Outro pódio é um grande resultado e reforçámos o terceiro lugar de Brno. Foi uma grande emoção estar de nos três primeiros aqui com o Casey a vencer. Os fãs deram-lhe uma grande recepção e estou contente por ter feito parte dela. Quero dar os parabéns à Yamaha e ao Jorge pela conquista do Campeonato do Mundo. Fizeram um trabalho impressionante e ambos merecem este sucesso.”
 
Andrea Dovizioso 4º 
“Sabia que ia ser uma corrida difícil porque não tinha o mesmo ritmo do Cal. Tudo o que podia fazer era tentar passar para a frente dele nas primeiras voltas, ou colocá-lo sob pressão, mas não foi possível. Ele rodou muito bem, pelo que achei que a melhor estratégia era não correr demasiados riscos. A luta com o Bradl e o Bautista foi muito excitante e muito divertida. Estou certo que os fãs também gostaram porque demos tudo e a trocámos de posições durante toda a corrida. Estou satisfeito por ter terminado à frente do grupo e foi um combate muito renhido até à bandeira de xadrez.”
 
Comunicado de imprensa Monster Yamaha Tech 3.

 

Tags:
MotoGP, 2012, Andrea Dovizioso, Cal Crutchlow, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›