Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo coroado Campeão com sexta vitória de Stoner na Austrália

Lorenzo coroado Campeão com sexta vitória de Stoner na Austrália

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, foi coroado Campeão do Mundo de MotoGP™ após terminar o AirAsia Grande Prémio da Austrália, em Phillip Island, na segunda posição, atrás do herói da casa Casey Stoner, que conquistou o sexto triunfo consecutivo no traçado, enquanto Cal Crutchlow conquistou o segundo pódio da carreira com o terceiro lugar.

 

Foi Lorenzo quem assumiu a liderança à chegada à Curva 1 após partida canhão com o Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team, colado na roda do compatriota e com o herói da casa Stoner logo atrás. Pedrosa passou Lorenzo ao cabo de algumas curvas enquanto tentava destacar-se na frente. Stoner não tardou a colar-se a Lorenzo e passá-lo na recta da meta à entrada para a segunda volta.
 
Pouco depois foi o drama para Pedrosa que, ao puxar demais, perdeu a traseira da moto. O espanhol conseguiu voltar a montar a moto, mas teve de ir às boxes uma vez que a sua montada estava demasiado danificada, o que deixou Lorenzo em excelente posição para conquistar o título Mundial. Com Stoner a isolar-se na frente de forma dominadora, desenvolvia-se animada batalha pela terceira posição, com Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) a assumir a liderança deste particular à frente do companheiro de equipa Andrea Dovizioso, Álvaro Bautista (San Carlo Honda Gresini) e Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP).
 
Entretanto, James Ellison (Paul Bird Motorsport) caía e desistia da corrida, enquanto Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing) abandonava com problema técnico. A 18 voltas do final Crutchlow voltava ao ataque, rodando mais rápido que Lorenzo e afastando-se um pouco de Dovizioso, que nessa altura tinha Bautista colado à roda. Atrás deles, Valentino Rossi (Ducati Team) liderava a luta das Desmosedicis, à frente de Karel Abraham (Cardion AB Racing) e do companheiro de equipa Nicky Hayden.  
 
Duas voltas mais tarde Bautista passou Dovizioso quando começou a ser pressionado por Bradl, com este a passar o italiano uma passagem pela meta mais tarde. Bradl passou então a ser um homem com missão ao passar Bautista da recta da meta e com Dovizioso a seguir-se poucas curvas depois. Stoner liderava a corrida com Lorenzo num solitário segundo lugar e Crutchlow num isolado terceiro, mas Bautista e Dovizioso lutavam arduamente. A oito voltas do final Roberto Rolfo (Speed Master) desistiu com problema mecânico.
 
Mais atrás, Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar) lutava com o companheiro de equipa Randy de Puniet no duelo pela supremacia das CRT. A cinco voltas do final Dovizioso parecia ter encontrado novo ânimo ao passar Bradl para quarto. Uma volta depois Bautista tirava partido disto e passava o germânico para ocupar o quinto posto. E a duas voltas do final o trio debatia-se com garra, com Dovizioso a liderar à entrada para última volta e mantendo a posição até à bandeira de xadrez.
 
No final foi Stoner quem brilhou ao conquistar o sexto triunfo consecutivo na pista australiana naquela que foi a sua última prova em Phillip Island, com Lorenzo a conquistar o segundo ceptro na categoria rainha a uma prova do final da época. Enquanto isso, Crutchlow garantiu o segundo pódio na classe de MotoGP, isto apesar de estar adoentado. Dovizioso foi quarto, seguido de Bautista, Bradl, Rossi, Hayden, Abraham e de Espargaró, que levou a melhor sobre o companheiro de equipa.
 
A corrida foi um grande sucesso entre o público australiano, estimando-se a presença de 53.100 fãs na pista neste domingo, o que dá um total estimado de 122.470 espectadores ao longo dos três dias.

Tags:
MotoGP, 2012, AIRASIA AUSTRALIAN GRAND PRIX, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›