Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Lorenzo mais lesto no arranque do GP do Qatar

O Campeão do Mundo Jorge Lorenzo liderou a primeira sessão de livres sob as luzes artificiais do Circuito Internacional de Losail nesta quinta-feira, para começar a época de 2013 na frente.

 

O piloto da Yamaha Factory Racing levou a melhor sobre Cal Crutchlow, da Monster Yamaha Tech 3, e do companheiro de equipa Valentino Rossi. Marc Márquez liderou os esforços da Repsol Honda Team ao terminar em quarto no primeiro dia do Commercial Bank Grande Prémio do Qatar.
 
A única sessão de treino da categoria rainha desta quinta-feira não só marcou o início da campanha de 2013, como também ajudou a engrandecer o arranque do décimo GP do Qatar. Pela primeira vez na história a sessão tem implicação directa na qualificação; os dez melhores da tabela combinada de tempos dos três livres passam directamente para a QP2 de sábado.
 
Inicialmente tudo levava a crer que o britânico Crutchlow ia terminar no topo, isto depois de ter também liderado o último teste de pré-época em Jerez, mas Lorenzo passou para a frente com um ataque final de 1m56,685s. Como resultado, os três primeiros ficaram separados por meros 71 milésimos de segundo, com Rossi a revelar-se muito confiante depois de ter liderado a meio do treino. O Campeão do Mundo de Moto2™ Marc Márquez e Andrea Dovizioso – agora a rodar pela Ducati Team – completaram a lista dos cinco primeiros.
 
Devido à muita areia em pista, e com muitos pilotos à procura dos limites, foram vários os nomes que fizeram uso da escapatória da Curva 1. Contudo, isto não foi nada quando comparado com o acidente de Yonny Hernández. O colombiano perdeu a frente da sua PBM, que saltou pela gravilha a menos de dez minutos do final da sessão. Felizmente, o piloto de 24 anos saiu ileso e terminou o dia em 18º.
 
Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini) apresentou início promissor ao terminar em sexto, à frente de Stefan Bradl, da LCR Honda MotoGP. Atrás dos dois, e com uma prestação aquém do esperado, ficou Dani Pedrosa; o homem da Repsol Honda terminou em oitavo depois de duas saídas de pista. Nicky Hayden confirmou a dupla presença da Ducati Team na lista dos dez primeiros, com Aleix Espargaró a mostrar ao que vem ao terminar em nono com a CRT da Power Electronics Aspar, apenas a 1,1 segundos de Lorenzo.
 
O estreante britânico Bradley Smith – companheiro de equipa de Crutchlow na Tech 3 – ficou à porta dos Top 10, mas à frente da dupla da Pramac Racing composta por Andrea Iannone (que vem da Moto2) e Ben Spies, este ainda a recuperar de lesão contraída em queda no final do ano passado no Grande Prémio da Malásia. O resto do pelotão foi completado por representantes das CRT, com Héctor Barberá e Hiroshi Aoyama em 14º e 19º, respectivamente. Entre eles ficaram Randy de Puniet (Aspar), Karel Abraham (Cardion AB Motoracing), Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing) e o já mencionado Hernández.
 
O estreante da Forward, Claudio Corti, foi 20º, quase um segundo mais lento que o companheiro de equipa Edwards. Danilo Petrucci (Came IodaRacing Project) foi 21º; ele e o companheiro de equipa e o estreante checo Lukáš Pešek terminaram com o também debutante australiano Bryan Staring entre ele. Michael Laverty completou o pelotão.
 
O MotoGP™ volta à pista para a segunda sessão de treinos na sexta-feira a partir das 16 horas de Portugal.

Tags:
MotoGP, 2013, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›