Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

MotoGP™ prossegue competição no Texas

Após o dramático início de época sob as luzes artificiais no Qatar, a temporada de 2013 do MotoGP™ ruma agora ao Texas pela primeira vez. A estreia do Red Bull Grande Prémio das Américas é a primeira de três jornadas a disputar este ano nos Estados Unidos.

 

Em Losail foi Lorenzo quem esteve mais forte no início da segunda defesa do ceptro e o piloto da Yamaha Factory Racing afastou claramente a ideia de que a Repsol Honda Team iria ter um ano fácil. A apoiá-lo, o regressado companheiro de equipa Valentino Rossi resultou num emocionante segundo posto após grande recuperação.
 
Então, onde é que isto deixa a Honda? Isso é uma questão de opinião. Os factos são que Marc Márquez assinou a melhor prestação de um estreante nos últimos cinco anos, enquanto Dani Pedrosa esteve fora do ritmo durante quase todo o fim-de-semana; mesmo com o espanhol a concentrar-se no ritmo da corrida durante os livres, o vice-Campeão de 2012 ainda está a lutar contra falta de aderência traseira e foi batido por Rossi e pelo companheiro de equipa Márquez aquando da corrida de domingo à noite. Ele agora terá de recuperar de forma convincente, e deverá ter boas oportunidades de o fazer – ele é um dos poucos pilotos que já conhece o novo traçado.
 
A juntar à tradicional pressão, há ainda o facto do Circuito das Américas ser desconhecido para a maioria. Os representes de fábrica da Honda e da Yamaha levaram a cabo teste privado no mês passado, onde contaram com a companhia de Stefan Bradl, da LCR Honda MotoGP, bem como dos wildcard americanos Blake Young (Attack Performance) e Michael Barnes (GPTech). Este grupo à parte, o pelotão vai tomar o primeiro contacto com as curvas sinuosas, constantes mudanças de direcção, ganchos apertados e rectas de alta velocidade.
 
Apenas mais pequeno que o Alasca, o Texas é o segundo maior estado dos EUA. O Circuito das Américas, localizado a cerca de 25 minutos de Austin, vai oferecer ao pelotão do MotoGP mais um traçado que, tal como Laguna Seca e Indianapolis, é disputado contra o sentido dos ponteiros do relógio.
 
Com a corrida a ter início às 14 horas, como é usual, o Grande Prémio das Américas é o primeiro fim-de-semana de três dias da época (no Qatar o evento é de quatro dias por se disputar à noite). Talvez mais importante, a comunidade vai pela primeira vez ter a crucial terceira sessão de livres a disputar-se horas antes da Qualificação.
 
Quem deverá esforçar-se mais que os outros para conquistar a pole será Ben Spies, que corre em território familiar pela primeira vez. O piloto da Ignite Pramac Racing é um dos cinco americano a correr em casa em conjunto com os já mencionados Young e Barnes, o Campeão do Mundo de 2006 Nicky Hayden (Ducati Team) e Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing). Junta-se a isto o facto de se ter de recuar sete anos até se encontrar uma vitória americana em casa, a de Nicky Hayden em Laguna Seca, com a Repsol Honda.
 
Os primeiros treinos livres têm lugar pelas 9 horas locais (GMT -5) de sexta-feira. Toda a acção pode ser vista em directo no motogp.com.

Tags:
MotoGP, 2013

Outras actualizações que o podem interessar ›