Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Marquez estreia-se na pole position

Naquela que é apenas a segunda corrida de MotoGP™ da carreira, o jovem Marc Márquez, de 20 anos, assinou a pole position para o Red Bull Grande Prémio das Américas. O piloto da Repsol Honda Team terminou à frente do companheiro de equipa Dani Pedrosa, com o líder do Campeonato Jorge Lorenzo em terceiro após um final de sessão algo estranho.

 

Mais rápido durante todo o fim-de-semana com excepção da terceira sessão de livres, Márquez foi também o mais lesto no teste privado de três dias do mês passado. Esta tarde o piloto da Repsol Honda Team assinou a melhor volta de sempre do MotoGP™ no novo Circuito das Américas, no Texas, ao rodar em 2m03,021s e, ao mesmo tempo, bateu o recorde do Campeão do Mundo de 1983 e 85 Freddie Spencer e passou a ser o mais jovem piloto de sempre a garantir a pole position na categoria rainha.
 
Pedrosa baixou a sua melhor marca no final, mas falhou a pole por 0,25s, enquanto Lorenzo parecia estar a evitar o tráfego quando passou pelo o pit lane, mas acabou por voltar demasiado tarde à pista para uma última tentativa de terminar em primeiro. Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3), que não esteve no teste de Março, vai liderar a segunda linha, com Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) e Andrea Dovizioso (Ducati Team) a seu lado.
 
Logo atrás ficaram Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini), Valentino Rossi (Yamaha Factory Racing) e Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar), o melhor piloto CRT que veio da Q1 para se colocar à frente de Nicky Hayden (Ducati Team), que fechou o Top 10, e de Ben Spies (Ignite Pramac Racing), que foi 12º. No meio dos dois homens da casa ficou o estreante britânico Bradley Smith (Tech 3).
 
A quinta linha conta com Andrea Iannone (Energy T.I. Pramac Racing) que, tal como Randy de Puniet (Aspar), tentou lutar por um lugar na Q2, mas sem sucesso. Em 15º parte Héctor Barberá, seguido da dupla da PBM, Yonny Hernandez e Michael Laverty, da dupla da NGM Mobile Forward Racing, Colin Edwards e Claudio Corti, Danilo Petrucci (Came IodaRacing Project) e Hiroshi Aoyama (Blusens). A última linha é composta pelo australiano Bryan Staring, pelo checo Lukas Pesek e pelo wild card americano Blake Young a defenderem as cores da Gresini, Ioda e Attack Performance Racing, respectivamente.
 
A corrida de domingo vai ter 24 pilotos à partida. O wild card Michael Barnes (GPTech) não conseguiu atingir os 107% da pole, enquanto Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) fracturou a clavícula direita após colisão no início da Q1. Entretanto o checo foi já operado no Hospital Universitário Brackenridge, em Austin, e foi declarado inapto para correr no domingo. Ele poderá voltar à acção já em Jerez.

Tags:
MotoGP, 2013, Q2

Outras actualizações que o podem interessar ›