Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Márquez voa para segunda pole da carreira

Márquez voa para segunda pole da carreira

Marc Márquez assinou a segunda pole de MotoGP™ este sábado com vista ao Monster Energy Grande Prémio de França. O líder do Campeonato bateu o actual Campeão Jorge Lorenzo por três centésimos de segundo, com Andrea Dovizioso a estrear-se na primeira linha da grelha com a Ducati Team. O vencedor de Jerez, Dani Pedrosa, parte de sexto após queda.

 

A maioria dos que estavam presentes no paddock esperavam chuva para a qualificação, mas tal acabou por não acontecer, com apenas uma brisa ligeira a fazer-se sentir no histórico circuito de Le Mans. Com uma volta impressionante de 1m33,187s, Márquez parecia ter garantido a segunda pole depois do Texas, mas contou com forte oposição de Lorenzo. Com Dovizioso a estrear-se na primeira linha da grelha desde o GP da Malásia de 2012, o resultado de hoje marcou a primeira vez que Honda, Yamaha e Ducati partilharam o topo da grelha desde o GP de Espanha de 2012.
 
Cal Crutchlow, da Monster Yamaha Tech 3, recuperou de forte queda em La Chapelle na última sessão de livres para garantir o quarto posto da grelha, partilhando a segunda linha com Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) e o já referido Pedrosa, que se viu forçado a correr para a box a menos de dez minutos do final depois de repetir um erro cometido pelo companheiro de equipa na Repsol Honda Team Márquez (este na última sessão de treinos), ao cair na Curva 3. Ele acabou por ficar a meio segundo da frente.
 
Valentino Rossi, da Yamaha Factory Racing, espera tornar-se no quarto vencedor em igual número de corridas este ano, mas não foi além do oitavo posto da grelha, ladeado por Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini) e Braley Smith (Tech 3), que igualou a sua melhor qualificação da época com o nono posto. Nicky Hayden (Ducati Team) completa o Top 10, com a Power Electronics Aspar a colocar os seus dois pilotos CRT na Q2 pela primeira vez; apesar de ter sido mais rápido que o companheiro de equipa na Q1, o herói da casa Randy de Puniet teve de se contentar com o 12º lugar, atrás de Aleix Espargaró.
 
Michele Pirro qualificou-se em 14º, um lugar atrás do companheiro de equipa na Pramac Racing, Andrea Iannone, que roda no lugar do lesionado Ben Spies. Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing) estava muito optimista com a mais recente evolução da FTR e qualificou-se em 17º. De regresso à acção, Karel Abraham – com sete parafusos no ombro direito em consequência da colisão de Austin – rodou, como Iannone, ainda com algumas dores, mas terminou na sexta linha da grelha.
 
A corrida de domingo do Monster Energy Grande Prémio de França tem início pelas 14 horas locais, com as previsões a continuarem a ser de chuva.

Tags:
MotoGP, 2013, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, Q2

Outras actualizações que o podem interessar ›