Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Crutchlow aprova decisão Lorenzo/Rossi sobre o chassis

Durante o teste pós-corrida de segunda-feira, em Barcelona, Cal Crutchlow experimentou a versão 2013 do chassis Yamaha que já tinha sido recusado pelos pilotos da Yamaha Factory Racing. O inglês acabou por fazer o mesmo.

 

Crutchlow alinha na presente época de MotoGP pela Monster Yamaha Tech 3 e está a usar o chassis com especificações de 2012. Foram desenvolvidas duas formas de quadro em 2013; no início da temporada os pilotos de fábrica Lorenzo e Rossi fizeram comparações entre os dois chassis, mas no teste pós-corrida de Jerez decidiram continuar a usar a versão de 2013 com que começaram a campanha.
 
“Testámos o chassis que a fábrica recusou,” disse Crutchlow ao motogp.com sobre o segundo dos dois chassis de 2013. “Hoje constatei os motivos pelos quais foi recusado e eu vou voltar ao meu chassis normal (2012). Rodámos todo o dia com o novo chassis e tentámos encontrar pontos positivos, mas na última tirada voltámos ao nosso antigo chassis e foi claramente melhor.”
 
“Trabalhámos com depósitos de combustível; pelo que sempre que deixámos o pit lane foi com depósito cheio, como no início da corrida, porque é nesse ponto que temos de trabalhar e usámos sempre pneus velhos. Estou contente com os resultados. Muitos dos tipos da frente usaram muitos pneus no teste de hoje. Nós usámos dois conjuntos. Fiquei contente porque na minha última tirada rodei com o meu chassis normal, fiz o mesmo tempo por volta – depois, com 25 voltas nos pneus – que no início da tirada.”
 
Apesar de não ter ficado impressionado com a versão de 2013 do chassis testado, Crutchlow ficou contente com os melhoramentos conseguidos na especificação de 2012 do quadro: “Penso que encontrámos algo positivo com a afinação da moto, mas, como disse, confirmámos que o (novo) chassis não é melhor que aquele que temos.”
 
Um dia antes Crutchlow assinou o melhor tempo do warm-up, mas acabou por cair e desistir do Grande Prémio da Catalunha quando rodar em quarto e dava tudo para apanhar os três primeiros. Esta foi a primeira desistência do britânico desde a última corrida do ano passado em Valência.

Tags:
MotoGP, 2013, Cal Crutchlow, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›