Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Cortese poderá ser operado ao braço depois Sachsenring

Sandro Cortese, da Dynavolt Intact GP, deverá ser operado ao braço direito após a corria de Moto2™ de Sachsenring caso o problema persistente de síndroma compartimental não fique resolvido rapidamente com fisioterapia convencional e tratamentos de ultra-sons.

 

O Dr. Xavier Mir, da Clínica Universitária Dexeus, em Barcelona, identificou as dores como síndroma compartimental, também conhecido como ‘arm-pump’, sugerindo cirurgia a 16 de Julho, após a corrida caseira de Cortese. Tendo notado inicialmente o problemas em Mugello no início de Junho, Cortese vai continuar a fisioterapia e tratamentos de ultra-sons, mas pode optar por operação caso as coisas não melhorem drasticamente.
 
Ele comentou: “Depois das dores e limitações no meu braço em Assen, senti que era necessário consultar um especialista. O Dr. Mir, em Barcelona, é o médico que melhor conhece as exigências extremas dos desportos motorizados. Ele recomenda a operação como a melhor solução, mas nunca fui operado, pelo que estou algo hesitante. Mas se não houver melhorias, então é inevitável.”
 
“O dia 16 de Julho está reservado. Mas quero decidir depois de Sachsenring. De momento estamos a trabalhar arduamente com fisioterapia, ultra-sons, etc., para sarar o problema. Estou muito optimista antes da minha corrida em casa e mesmo desejoso por ela. Espero que tudo corra bem com o meu braço, vou fazer todos os possíveis. É claro que vou fazer o pit walk e ver a minha Área de Fãs para assinar o maior número possível de autógrafos.”

Tags:
Moto2, 2013, Sandro Cortese, Dynavolt Intact GP

Outras actualizações que o podem interessar ›