Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Os números do eni Motorrad Grande Prémio da Alemanha

Os números do eni Motorrad Grande Prémio da Alemanha

Sabia que o regresso de Valentino Rossi às vitórias deixou-o com um total de 4.646 pontos em toda a carreira? Essa é apenas uma das curiosidades do MotoGP™ quando o Campeonato chega a Sachsenring...

 

4.646 – Após a a vitória de Valentino Rossi no Dutch TT o total de pontos do italiano ao longo da sua carreira de Grandes Prémios mostra clara simetria com o seu número de competição.
 
44 anos – No dia da qualificação do GP da Alemanha passam exactamente 44 anos desde Dave Simmonds venceu o GP de 125cc no circuito de Sachsenring em 1969, tornando-se no primeiro piloto a vencer um Campeonato do Mundo aos comandos de uma moto Kawasaki.
 
24 – Antes do Dutch TT as últimas 24 corridas de MotoGP contaram com Jorge Lorenzo, ou Dani Pedrosa no pódio, ou com os dois. A última ocasião em que nenhum destes dois pilotos terminou entre os três primeiros foi na última corrida de 2011 em Valência, quando Casey Stoner levou a melhor, por pouco, sobre Ben Spies e Andrea Dovizioso foi terceiro.
 
23 – A actual competitividade de máquina e piloto na classe de MotoGP é ilustrada pelo facto de nenhum dos 23 pilotos que terminaram a corrida da categoria rainha em Assen ter sido dobrado pelo líder da prova ao cabo das 26 voltas. A última vez que 23 pilotos terminaram uma corrida na mesma volta do vencedor numa corrida completa da categoria rainha foi no GP de 500cc da Alemanha de 1980, que contou com seis voltas ao traçado original de Nurburgring de 22,8km.
 
23 – O terceiro lugar de Dominique Aegerter no Dutch TT foi a 23ª consecutiva que somou pontos na classe de Moto2™.
 
21 anos – No primeiro dia de treinos do GP da Alemanha passam exactamente 21 anos desde que Eddie Lawson venceu o GP de 500cc da Hungria de 1992 dando à Cagiva a primeira vitórias em Grandes Prémios.
 
19 – Dois pilotos na classe de Moto3 celebram o 19º aniversário na semana do GP da Alemanha; Niklas Ajo na quarta-feira antes da corrida e John McPhee no domingo de GP.
 
11 anos – A pole position de Cal Crutchlow no Dutch TT foi a primeira de um britânico na categoria rainha dos Grandes Prémios desde que Jeremy McWilliams garantiu o primeiro posto da grelha no GP da Austrália, em Phillip Island, em 2002, aos comandos de um Proton KR a 2-tempos.
 
– O sétimo lugar de Aleix Espargaro na grelha do Dutch TT foi a melhor qualificação de sempre de um piloto CRT.
 
7 – Luís Salom e Maverick Viñales terminaram no pódio nas sete primeiras corridas de Moto3 do ano. Esta é a primeira vez que tal acontece desde que Kazuto Sakata abriu a época de 1993 com sete pódios consecutivos na categoria mais baixa dos GPs.
 
– O quinto lugar de Jorge Lorenzo com a clavícula partida no Dutch TT representou a terceira vez desde a época de estreia em 2008 que ele terminou uma corrida fora dos quatro primeiros; as outras duas vezes foram o sexto lugar de Assen em 2011 – depois de ter sido abalroado na primeira volta – e quando terminou em sétimo no início deste ano na corrida molhada de França.
 
3 – O terceiro lugar de Cal Crutchlow no Dutch TT faz dele o primeiro britânico a somar três pódios numa época da categoria rainha desde Ron Haslam em 1985.
 
0.416 segundos – Alex Márquez terminou a corrida de Moto3 no Dutch TT em quinto e a 0,416s do vencedor Luís Salom, o mais renhido Top 5 de uma corrida completa da categoria mais baixa desde o GP de Itália de 2008.

Tags:
MotoGP, 2013, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND

Outras actualizações que o podem interessar ›