Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Crutchlow exausto, mas consistente no pódio

O quarto pódio em cinco corridas foi um grande resultado para um maltratado Cal Crutchlow; o piloto da Monster Yamaha Tech 3 foi segundo em Sachsenring.

 

O britânico sofreu duas fortes quedas nos treinos livres do eni Motorrad Grande Prémio da Alemanha, contraindo várias contusões nos braços e pernas antes de se qualificar no segundo posto da grelha. Um embate inicial com o eventual vencedor Marc Márquez fez com que o homem da Tech 3 tivesse de recuperar várias posições desde o sexto lugar na primeira volta.
 
Apesar da sua condição física no intrincado traçado de Sachsenring, onde as zonas de ultrapassagem são escassas, Crutchlow passou por Aleix Espargaro, Stefan Bradl e Valentino Rossi para mais um consistente segundo lugar.
 
“Dei o meu melhor e aproximei-me o máximo que pude do Marc,” explicou Crutchlow. “Inicialmente fiz boa partida e depois o Marc apareceu de repente e caí para sexto e tive de recuperar posições. Mas estou contente com este resultado, a Monster Yamaha Tech 3 fez um trabalho fantástico aqui. Agora estamos a lutar pela frente do MotoGP de forma consistente.”
 
O britânico acrescentou: “É bom estar aqui na frente e é bom estar de volta ao pódio. Estou fisicamente exausto depois deste fim-de-semana em que tive duas quedas feias. Quero agradecer aos meus fãs. Nunca desisti e espero que possamos ver mais disto em Laguna Seca.”
 
A ultrapassagem de Crutchlow a Rossi a meio da corrida deixa-o com seis pontos de margem sobre o italiano na classificação geral, em quarto, a 20 pontos do terceiro classificado Jorge Lorenzo e a 31 do novo líder Márquez.
 
O resultado viu também Crutchlow tornar-se no primeiro britânico a somar quatro, ou mais pódios numa só época da categoria rainha desde Barry Sheene em 1982.

Tags:
MotoGP, 2013, Cal Crutchlow, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›