Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Márquez vence Red Bull GP dos Estados Unidos

Marc Márquez venceu o Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos este domingo na Mazda Raceway Laguna Seca, tornando-se no mais jovem piloto de sempre a conquistar vitórias consecutivas no MotoGP™. O piloto da Repsol Honda Team aumentou a liderança no Campeonato, enquanto Stefan Bradl, da LCR Honda MotoGP, festejou o primeiro pódio na categoria rainha depois de se ter estreado na pole positivo. Valentino Rossi defendeu-se bem de Álvaro Bautista para fechar o pódio.

 

No sábado Bradl disparou para a primeira pole position na categoria rainha, enquanto Márquez sofreu queda na qualificação. No domingo o espanhol rodou pacientemente atrás do germânico, passando-o de forma limpa no final a 19ª volta. Cinco pilotos não conseguiram chegar ao final no difícil traçado disputado contra o sentido dos ponteiros do relógio, e o mais curto do calendário.
 
A terceira vitória da época de Márquez iguala o total de triunfos já conseguidos pelo Campeão do Mundo Jorge Lorenzo. O piloto da Repsol Honda Team chegou a rodar em quarto após fraca partida, mas manteve-se à frente de Bautista nos momentos iniciais para depois passar Rossi com muita confiança na famosa Corkscrew. Ele aproximou-se de Bradl ultrapassando o germânico e depressa conseguindo uma vantagem de 2,2 segundos. Ao fazê-lo, Márquez conquistou a segunda vitória consecutiva no espaço de uma semana e bateu o recorde do antigo bi-Campeão do Mundo Freddie Spencer de mais jovem piloto de sempre a conseguir tal feito no MotoGP™. Mais, o espanhol fez história ao tornar-se no primeiro estreante a ganhar em Laguna Seca.
 
A prestação de Bradl rumo ao segundo posto foi calma. A partida limpa permitiu ao piloto da LCR Honda MotoGP liderar a corrida depois de ter garantido a primeira pole na categoria rainha. O Campeão do Mundo de Moto2™ de 2011 também contou com a ajuda dos que estavam atrás de si terem entrado em lutas nos momentos iniciais da prova, mas à 17ª volta viu Márquez ficar a apenas dois décimos de segundo de distância. Assim que a ultrapassagem teve lugar duas voltas mais tarde, Bradl geriu confortavelmente a margem de dois segundos para Rossi para se estrear no pódio da categoria rainha e melhorar o seu anterior melhor resultado: 4º lugar que tinha alcançado por três vezes.
 
Sem terminar no pódio até à 7ª jornada, em Assen, Rossi (Yamaha Factory Racing) conquistou agora o terceiro pódio consecutivo. O italiano, que passou Casey Stoner de forma memorável na Corkscrew há cinco anos, desta feita foi batido no mesmo local por Márquez antes de ter de se defender dos intentos de Bautista nas últimas voltas; o espanhol chegou a passar para a frente por breves instantes antes da última curva, mas acabou atrás do italiano. O terceiro lugar permitiu a Rossi passar para o quarto posto da laranja, à frente de Crutchlow.
 
Laguna Seca prometeu sempre ser um fim-de-semana de limitação de danos para Lorenzo (Yamaha Factory Racing) e Pedrosa (Repsol Honda Team). Ambos continuam lesionados na clavícula esquerda e terminaram a corrida em quinto e sexto, com Pedrosa a passar para a frente do rival numa ultrapassagem no gancho Andretti. A dupla terminou à frente de Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3), que no sábado teve de ir para a Q2 com a segunda moto depois de sofrer queda.
 
A lista dos dez primeiros ficou completa com a dupla da Ducati Team, Nicky Hayden e Andrea Dovizioso – que se chegaram a tocar na corrida na recta da meta – e por Héctor Barberá (Avintia Blusens), que se tornou no primeiro piloto a bater Aleix Espargaró na luta das CRT em 2013. Espargaró sofreu queda na última curva, enquanto o seu companheiro de equipa na Power Electronics Aspar, Randy de Puniet, desistiu com problemas técnicos. Bradley Smith, da Tech 3, também foi parado por problemas mecânicos, enquanto as duas primeiras desistências foram as de Michael Laverty (PBM) e Claudio Corti (NGM Mobile Forward Racing). Alex de Angelis (Ignite Pramac Racing), a rodar no lugar do lesionado Ben Spies, foi 11º, à frente de Colin Edwards (Forward Racing). Os outros pilotos a somarem pontos foram Danilo Petrucci (Came IodaRacing Project), Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) e Yonny Hernandez (PBM).
 
Com a primeira metade da época agora terminada, o MotoGP™ vai para a paragem de Verão antes de regressar à acção em Indianápolis em meados de Agosto. Márquez conta com uma vantagem de 16 pontos sobre o companheiro de equipa Pedrosa e terminou no pódio em oito das nove corridas que já disputou na temporada de estreia.

Tags:
MotoGP, 2013, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›