Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Salom só pensa no título

Luís Salom não se deixou afectar por ter terminado em quarto no Grande Prémio de São Marino de Moto3™ de domingo. A cinco jornadas do final, o maiorquino continua a liderar a tabela de tempos, mas tanto Maverick Viñales, como Alex Rins estão agora a menos de uma vitória de distância.

 

Após a queda antes da corrida, que se seguiu a um incidente prévio de Salom em Indianápolis, o piloto da Red Bull KTM Ajo partiu para a prova de Misano do décimo posto da grelha. Ele logrou recuperar até quarto, mas a vantagem na frente da classificação ficou reduzida a 19 pontos sobre Viñales (Team Calvo, segundo na corrida de domingo) e 21 para Rins (Estrella Galicia 0,0, vencedor da prova).
 
“Não creio que tenha sido um mau fim-de-semana,” disse Salom ao motogp.com. “Não foi o melhor que tivemos este ano, mas o quarto posto foi o melhor que podíamos aspirar. Tive alguns problemas na corrida, em particular no final com alguns erros que cometi; estava a rodar sozinho, mas depois de cometer os erros o grupo atrás de mim apanhou-me. Comecei a pensar em terminar na melhor posição possível, que era quarto, e foi aí que terminei. Agora vamos continuar a trabalhar da mesma forma, corrida a corrida.”
 
Ele admite que ainda não voltou ao pleno da forma. “O meu pé estava um pouco maior após a queda!” começou por resumir Salom. “Penso que as dores foram as mesmas, mas tenho de estar contente por não ter nada pior; é claro que não vou estar a 100% nas últimas cinco corridas, mas espero melhorar corrida a corrida.”
 
Com cinco Grandes Prémios ainda por disputar em 2013, a luta vai continuar na terra natal de Salom com o Grande Prémio de Aragão dentro de duas semanas.

Tags:
Moto3, 2013

Outras actualizações que o podem interessar ›