Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo e Rossi em busca de melhorias

Lorenzo e Rossi em busca de melhorias

Os pilotos da Yamaha Factory Racing, Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, terminaram o dia em quarto e sétimo, respectivamente, na tabela de tempos combinados no Grande Prémio Iveco de Aragão.

 

Com as duas vitórias consecutivas ainda frescas na memória, o Campeão do Mundo Jorge Lorenzo não tardou a deixar claras as suas intenções durante a manhã ao levar a melhor sobre o líder da classificação Marc Márquez com uma marca de 1m49,753s.
 
Já de tarde Lorenzo acabou por terminar a 0,418s da frente, em quarto, depois dos tempos por volta terem caído para o segundo 48.
 
O maiorquino vai agora tentar encontrar melhor ritmo no sábado. Ele afirmou: “Esperávamos melhorar a moto em relação à manhã, mas não conseguimos. Tive sensações piores que no teste. Temos de continuar a trabalhar para melhorar a moto e o ritmo. Os outros pilotos estão a melhorar muito o ritmo, mas estamos optimistas. Podemos melhorar a moto e dar mais um passo. Temos de estar competitivos esteja calor, ou não.”
 
Rossi também não demorou a apresentar ritmo competitivo na primeira sessão; o nove vezes Campeão do Mundo completou o treino matinal em quinto, a 0,746s da frente.
 
O italiano sentiu depois dificuldades com vários problemas diferentes durante a tarde, incluindo um problema de travões e falta de aderência que o impediram de tirar total partido do seu potencial, aliás, tal como aconteceu com Lorenzo. Rossi terminou o dia em sétimo a 0,922s da frente.
 
“Lutámos mais que o esperado,” confessou o italiano. “No teste as condições da pista eram outras e havia mais aderência, a temperatura era mais baixa e foi melhor. Hoje sofremos muito, em especial de tarde tive muitos problemas, especialmente com os travões e perdi quase metade do treino.”
 
“No final usámos a segunda moto e fizemos algumas voltas para encontrar ritmo. Temos de melhorar e ser mais rápidos, mas de momento, depois de algumas voltas, o pneu começa a patinar muito e a moto torna-se difícil de controlar.”

Tags:
MotoGP, 2013, GRAN PREMIO IVECO DE ARAGÓN, Jorge Lorenzo, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›