Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Márquez bate Lorenzo e Pedrosa cai em Aragão

Márquez bate Lorenzo e Pedrosa cai em Aragão

Marc Márquez aumentou as possibilidades de se num estreante Campeão do Mundo de MotoGP™ depois de ter assinado a sexta vitória de 2013 no Grande Prémio Iveco de Aragão. O actual Campeão do Mundo Jorge Lorenzo foi ultrapassado pelo novato rumo ao segundo posto enquanto Dani Pedrosa sofreu queda e desistiu na sexta volta.

 

Márquez não tirou o melhor da partido da sétima pole da época, vendo-se batido por Lorenzo à partida e iniciando desde logo animado despique com o colega de equipa na Repsol Honda Team, Dani Pedrosa, que voltou à primeira linha da grelha após uma ausência desde Indianápolis.
 
O momento crítico da tarde, e talvez decisivo em termos de Campeonato do Mundo de 2013, surgiu na 6ª volta com as duas Hondas a reduzirem a vantagem de Lorenzo na frente; Márquez rodava em terceiro e pareceu ter falhado a travagem na Curva 12. Momentos depois, Pedrosa fui dramaticamente cuspido da moto, sendo mais tarde confirmado que os dois colegas de equipa chegaram a tocar-se. O momento permitiu a Lorenzo aumentar a vantagem para 1,7s, se bem que foi apanhado por Márquez e ultrapassado na mesma curva ao cabo de mais oito voltas. A liderança do Campeonato passou agora a ser de 39 pontos quando estão ainda 100 em jogo.
 
O colega de equipa de Lorenzo, Valentino Rossi, terminou no pódio pela primeira vez desde Laguna Seca, superando os rivais Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini), Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) e Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech3) no que foi um animado despique a quatro. Bradley Smith (Tech3), a dupla da Ducati Team, Andrea Dovizioso e Nicky Hayden, e Andrea Innone (Energy T.I. Pramac Racing) completaram o Top 10, enquanto Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar) foi, uma vez mais, o melhor piloto CRT em 11º. Na 17ª posição terminou Luca Scassa, que se estreou com a Cardion AB Motoracing; o italiano levou a melhor sobre outras duas CRT enquanto substitui Karel Abraham, que vai ficar de fora até ao final da campanha.
 
Foram cinco os pilotos que não terminaram. Pedrosa desistiu pela primeira vez este ano e no dia do 28º aniversário, enquanto Michael Laverty (PBM) e Danilo Petrucci (Came IodaRacing Project) ficaram fora de acção na primeira volta num incidente que envolveu ainda o já referido Scassa. No regresso ao MotoGP™ o australiano Damian Cudlin teve problemas de caixa, enquanto Héctor Barberá (Avintia Blusens) desistiu nas boxes depois de ter trocado de moto após se deparar com problemas antes do início da corrida na montada principal
 
Com quatro corridas ainda por disputar, a época de 2013 prossegue dentro de duas semanas com o Shell Advance Grande Prémio da Malásia.

Tags:
MotoGP, 2013, GRAN PREMIO IVECO DE ARAGÓN, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›