Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Márquez às portas de fazer história na Austrália

Márquez às portas de fazer história na Austrália

Marc Márquez pode entrar nos livros de história ao tornar-se no mais jovem Campeão do Mundo de MotoGP™ da história este fim-de-semana em Phillip Island. Contudo, Dani Pedrosa está de volta à boa forma e o actual Campeão do Mundo Jorge Lorenzo também está apostado em travar o jovem estreante...

 

De forma impressionante, Márquez, da Repsol Honda Team, terminou no pódio em todas as corridas, excepto uma, desde que entrou para a categoria rainha no início de 2013. Até à data, ele registou seis vitórias em Grandes Prémios, oito pole positions e dez voltas mais rápidas além de – com 20 anos – se ter tornado no mais jovem de sempre a reclamar uma pole e uma vitória. Ele pode sagrar-se Campeão neste fim-de-semana em Phillip Island caso deixe o traçado com 51 ou mais pontos de vantagem sobre os rivais; a acontecer será o primeiro estreante a conquistar o ceptro da categoria rainha em 35 anos.
 
Contudo, fechar já a corrida ao ceptro pode ser traiçoeiro para o estreante, que não se pode esquecer que o colega de equipa venceu a corrida de Sepang do passado domingo e assinou a melhor volta em Aragão antes do muito falado acidente. Mais, as condições mais frescas de Phillip Island podem muito bem favorecer as M1 da Yamaha Factory Racing de Lorenzo e Valentino Rossi. Que a lute comece...
 
Cal Crutchlow, da Monster Yamaha Tech3, vai tentar voltar a levar a lutar aos homens da frente, isto depois de um erro de afinação na Malásia o ter deixado com demasiada potência nos momentos iniciais da prova, com o pneu traseiro a patinar em demasia e a perder tracção nas curvas.
 
Álvaro Gresini, da GO&FUN Honda Gresini, que bateu Crutchlow no último confronto, vai tentar repetir, ou melhorar o resultado, enquanto muitos estarão de olhos postos em Stefan Bradl para verem se o piloto da LCR Honda MotoGP vai, ou não, voltar à acção após a frustrante fractura contraída no tornozelo no sábado. Bradley Smith, da Tech3, fez uma das melhores corrida da época na Malásia e quer mais do mesmo, enquanto os pilotos da Ducati Team, Andrea Dovizioso e Nicky Hayden, vão voltar a tentar encurtar a diferença para os construtores nipónicos.
 
Yonny Hernández vai continuar a substituir Ben Spies na Ignite Pramac Ducati, com Damian Cudlin a manter o lugar na PBM naquele que é o seu Grande Prémio em casa.  Luca Scassa continua a substituir o lesionado Karel Abraham na Cardion AB Motoracing. Os três vão voltar a estar de olhos postos em Aleix Espargaró, da Power Electronics Aspar, que continua a dominar as CRT e espera garantir a coroa antes de rumar ao Motegi, no Japão.

Tags:
MotoGP, 2013, TISSOT AUSTRALIAN GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›