Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dia atribulado para Márquez e Pedrosa

Dia atribulado para Márquez e Pedrosa

O líder do Campeonato do Mundo Marc Márquez sofreu queda no início da segunda sessão de livres do Tissot Grande Prémio da Austrália nesta sexta-feira, enquanto o colega de equipa na Repsol Honda, Dani Pedrosa, teve estranho problema mecânico no final e terminou em quarto.

 

Na verdade, o primeiro dia de treinos de Phillip Island terminou com Márquez e Pedrosa nas segunda e quarta posições, respectivamente, nas tabelas de tempos combinados.
 
Márquez caiu na Curva 9 da pista australiana no início do segundo treino e não conseguiu igualar os tempos da manhã, enquanto Pedrosa viu-se forçado a parar na pista devido a problema mecânico causado por um erro da sua equipa.
 
Um parafuso dos apoios do motor de Pedrosa não estava convenientemente apertado e soltou-se. Ele deu pela existência de um problema e parou de imediato a moto fora da pista e em segurança.
 
Na sessão matinal Márquez demonstrou desde logo boa compreensão do circuito australiano. Ele terminou com a segunda melhor marca, 1m29,255s, apenas mais 0,088s que Jorge Lorenzo. Pedrosa foi quarto a 0,841s da frente.
 
Na segunda sessão Pedrosa melhorou a sua marca para 1m29,438s ao cabo de apenas 13 voltas. O espanhol foi terceiro na tabela de tempos da tarde. Melhorando os tempos após uma queda inicial, Márquez não conseguiu igualar os registos da manhã e foi sexto.
 
“Hoje foi um dia muito positivo, o novo asfalto deu boas sensações e os pneus funcionaram bem,” disse Pedrosa. “O único contratempo foi não termos tirado partido de todo o tempo disponível devido a um problema com a moto no final da sessão da tarde. Isso fez com que tivesse de terminar o dia mais cedo. De forma geral foi um bom dia e vamos tentar melhorar ainda mais amanhã.”
 
Márquez acrescentou: “O dia correu bem, em particular a manhã. Foi uma pena a queda no início da tarde, mas voltámos ao trabalho com a segunda moto, que tinha uma geometria totalmente diferente e não tivemos tempo para alterar as coisas. Assim, usámos a afinação inicial durante toda a sessão. Veremos se amanhã podemos recuperar as sensações que tivemos hoje de manhã, já que me senti muito bem – algo que é muito importante em Phillip Island. Vamos continuar a trabalhar para melhorar para a corrida.”

Tags:
MotoGP, 2013, TISSOT AUSTRALIAN GRAND PRIX, Dani Pedrosa, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›