Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Rins bate Viñales em photo finish em Phillip Island

Alex Rins venceu o emocionante Tissot Grande Prémio da Austrália, levando a melhor após uma batalha com vários pilotos para terminar à frente de Maverick Viñales por apenas três milésimos de segundo. Ambos reduziram a desvantagem no campeonato para Luís Salom, que terminou em terceiro depois de partir da pole.

 

A mais recente vitória de Rins em 2013 foi claramente a mais dramática até à data, com o piloto agora a igualar Salom com seis triunfos nesta época, quatro deles nos últimos quatro eventos. De forma impressionante, os sete primeiros ficaram separados por pouco mais de um segundo, com Niccolo Antonelli a apenas mais 1,1.
 
A maior parte dos pilotos no pelotão deu por si em grupos muito disputados durante as 23 voltas da corrida que em algumas partes do traçado recém asfaltado foi marcada por chuva ligeira. Philipp Oettl (Interwetten Paddock Moto3) acabou por falar a partida devido a problemas de moto, enquanto Francesco Bagnaia (San Carlo Team Italia) e Hyuga Watanabe (La Fonte Tascaracing) desistiram, mas foram 30 os que chegaram ao final.
 
A batalha titânica na frente viu vários pilotos passarem pela liderança, enquanto Salom chegou a rodar em sétimo, mas parecia estar a fazer a sua já tradicional recuperação no final da corrida. Contudo, foi Jonas Folger (Mapfre Aspar Team Moto3) que brilhou no início da última volta, disparando para a liderança na curva Doohan apenas para alargar a trajectória e cair para sexto três curvas depois.
 
A corrida até à meta resultou no mais disputado final de prova do ano no Campeonato do Mundo, com Rins (Estrella Galicia 0,0) a bater Viñales (Team Calvo) após ambos terem partido da segunda linha da grelha. O vencedor ficou agora a cinco pontos do líder do Campeonato Salom (Red Bull KTM Ajo) quando faltam disputar as corridas do Japão e Valência, enquanto Viñales continua na luta, agora a 22 pontos da frente.
 
O colega de equipa de Rins, Alex Márquez terminou em quarto, com o primeiro grupo a ser completado pelo herói da casa Jack Miller (Caretta Technology – RTG), Folger, o homem da primeira linha da grelha Efrén Vázquez (Mahindra Racing) e Antonelli (GO&FUN Gresini Moto3). Niklas Ajo (Avant Tecno) ficou a mais 12,8s da frente, à cabela do segundo grupo, com Alexis Masbou a fechar o Top 10 para a Ongetta-Rivacold. Miguel Oliveira recuperou até ao 26 posto após ter evitado lesão no gancho MG. O português tocou em Márquez ao entrar por dentro e viu o travão frontal da sua Mahindra ficar preso, o que o levou a ser cuspido da moto logo na primeira volta. O wildcard Lachlan Kavney (Bullet Racing) também teve problemas, terminando em 30, enquanto o brasileiro Eric Granado (Mapfre Aspar Team Moto3) foi 21º.
 
Com apenas cinco pontos a separar os dois primeiros do Campeonato e 50 ainda em luta, está tudo em aberto no que toca ao título. A época de 2013 da Moto3™ continua na próxima semana com o Grande Prémio do Japão no Twin Ring Motegi.

Tags:
Moto3, 2013, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›