Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Progressos de Redding afectados por lesão no pulso

O estreante de MotoGP™ Scott Redding voltou à acção com a GO&FUN Honda Gresini para o segundo dia de testes esta terça-feira em Valência, mas a sua adaptação à nova RCV1000R foi afectada pelas dores no lesionado pulso esquerdo.

O britânico de 20 anos fracturou o rádio do braço esquerdo na queda sofrida na qualificação de Phillip Island, em Outubro, e subsequente acidente na corrida de Motegi na semana seguinte, o que colocou ponto final decisivo na corrida ao ceptro da Moto2™.
 
Redding está mentalmente forte e apesar da desilusão do título tem estado motivado nos últimos dias, completando a corrida de Moto2™ de 27 voltas de domingo no 15º lugar, estreando-se depois com a nova RCV1000R da Gresini na segunda-feira em Valência.
 
Contudo, e depois das 34 voltas do primeiro dia de trabalho, hoje só consegui efectuar mais 22 voltas, terminando perto do final da tabela de tempos depois de ter parado mais cedo devido a fadiga e dores.
 
Ele afirmou: “Nas poucas voltas que consegui fazer trabalhámos bem e vi que é uma equipa profissional com pessoal competente e bem preparado. Começámos a trabalhar bem em conjunto e agora quero apenas concentrar-me em estar pronto para os testes de Inverno na Malásia.”
 
“Hoje não foi fácil porque ainda estou cansado da corrida e das voltas que fiz ontem na moto, que tem muito mais potência que aquela a que estou habituado, pelo que decidimos terminar mais cedo.”
 
O patrão da formação Fausto Gresini teve palavras de encorajamento para o piloto: “O primeiro contacto dele com a equipa foi positivo e é uma grande pena ele hoje não ter conseguido fazer tantas voltas como ontem por causa do braço. Seja como for, ontem teve um bom dia e agora já sabe o que é o MotoGP; ele tem tempo para voltar a estar apto antes de começarmos o verdadeiro trabalho em conjunto em Sepang.”

Tags:
MotoGP, 2014, GO&FUN Honda Gresini

Outras actualizações que o podem interessar ›