Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo: "É uma honra partilhar a garagem com o Rossi"

Lorenzo: "É uma honra partilhar a garagem com o Rossi"

Jorge Lorenzo marcou presença num evento promocional organizado por um dos seus patrocinadores em Barcelona nesta terça-feira e participou numa conferência de imprensa especial em que respondeu a questões de uma audiência muito jovem.

Após a conclusão do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2013 e antes de iniciar as férias de Inverno, o vice-Capeão deste ano teve ocupado com vários compromissos com os patrocinadores.
 
O mais recente compromisso de trabalho fora de pista levou-o à Indonésia antes do fim-de-semana para ajudar a promover a Yamaha na Ásia.
 
Antes de partir, numa entrevista exclusiva com o motogp.com, Lorenzo reviu vários tópicos, incluindo o futuro do seu colega de equipa na Yamaha Factory Racing, Valentino Rossi.
 
“The Doctor” reiterou este fim-de-semana a intenção de considerar o seu futuro no Campeonato do Mundo durante a campanha de 2014 em função dos resultados, sobre o que Lorenzo comentou: “Penso que é fantástico o Valentino correr há tantos anos. Ele é um piloto que traz muito para o desporto, pessoas que o vêm ver e muitos fãs. É uma pessoa divertida, muito competitivo, um dos melhores de todos os tempos. Para mim é uma honra partilhar a garagem com ele e espero que ele continue por muitos anos.”
 
Lorenzo acredita que Rossi será candidato ao título no próximo ano, mas quando questionado se ele próprio vai igualar a longevidade do italiano na competição ao mais alto nível, o espanhol respondeu:
 
“Não creio que seja muito para além da próxima época, normalmente olho para o desporto em períodos de dois anos – normalmente os contratos têm essa duração. Depois, na altura certa, vemos o que acontece; se o nosso nível baixar, se se mantém, ou se melhora e se a equipa nos quer.”
 
“Pessoalmente estou bem. Estou a divertir-me com o que faço, que é a minha paixão e isso faz me sentir muito afortunado. É física e mentalmente muito exigente e por vezes sentimo-nos um pouco cansados, mas por agora ainda me estou a aguentar bem toda a época e desejoso pela próxima. Vou continuar até aos 34? Não sei, por agora estou concentrado no próximo ano.”
 
No evento de terça-feira levado a cabo pelo patrocinador Hot Wheels, Lorenzo foi interpelado por crianças numa conferência de imprensa informal, antes de se juntar a uns quantos felizardos para fotos.
 
“Tive de ter cuidado,” brincou o Campeão do Mundo de MotoGP™ de 2010 e 2012. “Algumas das perguntas eram traiçoeiras, mas tentei responder a todas.”
 
Entre as revelações à jovem audiência, Lorenzo admitiu que terminar as corridas e ganhar é aquilo de que mais gosta na competição e que Michael Jordan foi o seu ídolo de infância.
 
Ele também admitiu que apanhou alguns sustos aos comandos da sua montada e que dependendo dos resultados obtidos nas corridas gosta de as rever em vídeo – quando vence – ou nem as vê de todo, quando as coisas não correram de feição.

Tags:
MotoGP, 2013, Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›