Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Progresso com a suspensão traseira dão confiança a Bautista

Progresso com a suspensão traseira dão confiança a Bautista

Depois de encabeçar a tabela de tempos no arranque do segundo teste de pré-época em Sepang, nesta quarta-feira, Álvaro Bautista, da GO&FUN Honda Gresini, atribuiu o seu ritmo a actualizações na suspensão traseira e melhores sensações com a nova opção de pneu da Bridgestone.

O espanhol foi o centro das atenções no arranque do segundo e crucial teste da Malásia, tirando partido da ausência do lesionado Campeão do Mundo de MotoGP™ Marc Márquez e de algumas prestações menos brilhantes por parte de pilotos como Jorge Lorenzo, Valentino Rossi e Dani Pedrosa – todos eles fora dos quatro primeiros.
 
Bautista ficou em 11º da geral no final do último teste de Sepang, com 2m00,788s numa pista que estava a produzir tempos muito mais rápidos que os verificados hoje pela maioria dos pilotos. O homem da Gresini foi um dos poucos a ficar perto de igualar a marca do anterior ensaio.
 
Ele explicou a prestação dizendo: “A pista não estava tão boa como no último teste. O nosso plano era trabalhar com a suspensão traseira porque da última vez lutámos muito com o amortecedor traseiro. Tenho sensações muito melhores na moto e foi claramente a maior melhoria que conseguimos hoje. Testámos algumas coisas novas na frente, mas o maior passo foi com a traseira.”
 
Clarificando a distribuição de pneus e o que pensa sobre o composto de 2014 da Bridgestone, Bautista disse: “(O melhor tempo) foi com o novo pneu da Bridgestone, não temos o pneu do ano passado aqui. Estou contentem porque no último lutámos muito com o novo composto. Hoje conseguimos trabalhar bem e tirar total partido do potencial deste pneu, pelo que estou contente.”

Tags:
MotoGP, 2014, Alvaro Bautista, GO&FUN Honda Gresini

Outras actualizações que o podem interessar ›