Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Bautista mostra ritmo na noite de sábado no teste do Qatar

Álvaro Bautista, da GO&FUN Honda Gresini, liderou os procedimentos do segundo dia do Teste de MotoGP™ do Qatar com um tempo de 1m55,194s, o que o deixou com uma margem de 0,314s sobre o rival mais próximo.

O espanhol, que também esteve no ritmo no teste da semana passada em Sepang, trabalhando com o colega de equipa para ultrapassar os problemas com a frente da moto sentidos no circuito do deserto em 2013. Ele completou 55 voltas com a Honda RC213V no sábado e vai tentar manter-se à frente do pelotão amanhã.
 
Apesar da Ducati Team, Movistar Yamaha MotoGP e Repsol Honda não estar presente neste teste, o melhor tempo do jovem da Gresini não deixa de ser um bom indicador.
 
Logo atrás de Bautista ficou Stefan Bradl. O germânico da LCR Honda não está a testar novos componentes no Qatar, mas está a concentrar-se no aperfeiçoamento da afinação para a primeira ronda do Campeonato do Mundo e apostado em encontrar boa aderência para reduzir um pouco mais a sua marca.
 
O mais rápido de sexta-feira, Aleix Espargaró, voltou a ser o melhor representante da Yamaha, se bem que desta feita em terceiro. Ele não conseguiu igualar o ritmo de ontem, mas o importante para o jovem da NGM Mobile Forward Racing é confirmar o ritmo de corrida, pelo que no domingo deverá fazer uma simulação de corrida, tal como muitos outros.
 
A completar o Top 5 ficaram os pilotos da Monster Yamaha Tech3, Bradley Smith e Pol Espargaro, respectivamente a 0,433s e 0,682s da frente com tempos similares aos de sexta-feira. O britânico quer manter-se à frente do novo colega de equipa, enquanto o espanhol que-se sentir confortável com a máquina de MotoGP neste circuito.
 
Colin Edwards (+1,095s) foi sétimo para a NGM Mobile Forward Racing, terminando entre a dupla da Ducati, Andrea Iannone (+0,832s, Pramac Racing) e de Yonny Hernandez, em oitavo com a Ducati de 2013 da Ducati Energy T.I. Pramac Racing.
 
Hernandez teve um dia atribulado, com problemas técnicos a obrigarem a paragem e depois a sofrer queda ao perder a frente, apesar de não ter sofrido consequências físicas e terminou o dia a 1,3s de Bautista.
 
O Top 10 contou ainda com o antigo Campeão do Mundo Nicky Hayden (Drive M7 Aspar, +1,729s) e o estreante Scott Redding (+1,960s). O novato da GO&FUN Honda Gresini disse que quer igualar o ritmo de Hayden na Hona Open e está perto de atingir o objectivo.
 
O Teste de Losail termina no domingo. Veja aqui os resultados completos.

Tags:
MotoGP, 2014

Outras actualizações que o podem interessar ›