Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hayden e Aoyama às portas do Top 10

Nicky Hayden e Hiroshi Aoyama ganharam várias posições no Red Bull Grande Prémio das Américas para terminarem em 11º e 12º no Texas.

A dupla da DRIVE M7 Aspar Team guardou o melhor para o dia da corrida, com Hayden a partir de 14º da grelha e a lutar com Scott Redding e Yonny Hernández ao longo de toda a prova para terminar em 11º perante os adeptos da casa.

“Para ser franco, a corrida foi muito melhor que o esperado e é claro que estivemos muito melhor que no resto do fim-de-semana,” disse Hayden. “A equipa trabalhou arduamente durante todo o fim‑de‑semana, dei muito que fazer aos mecânicos e eles estiveram excelentes ao darem-me a melhor moto possível. No final saímos daqui com um resultado positivo e diverti-me a lutar com um forte grupo de pilotos. O aspecto positivo é que agora temos mais experiência com esta nova moto e sabemos que a época é longo, pelo que temos de continuar a tirar o máximo partido do nosso potencial.”

Enquanto isso, Aoyama progrediu com a afinação da frente da moto para melhorar o ritmo a converter o 16º posto da grelha na 12ª posição final na corrida.

O nipónico comentou: “Penso que partir de 16º da grelha e terminar em 12º é algo com que temos de ficar satisfeitos pois mostra o progresso que conseguimos ao longo de todo o fim-de-semana. Fiz boa partida, mas ao escolhermos o pneu duro tivemos de esperar pelas boas sensações para fazermos algumas ultrapassagens. No final quase apanhei o Nicky, pelo que estou muito contente e grato por a equipa me ter dado uma grande afinação; a moto trabalhou muito bem e senti-me melhor que no Qatar.”

Tags:
MotoGP, 2014, Nicky Hayden, Drive M7 Aspar

Outras actualizações que o podem interessar ›