Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Demasiado cedo para renovações de contratos diz Suppo

No que toca ao futuro do Campeão do Mundo Marc Márquez com a Repsol Honda Team para lá do final da corrente época de MotoGP™, o Director Desportivo Livio Suppo diz que ainda é cedo para falar de renovações de contratos para 2015.

Quando Márquez passou da Moto2™ para a categoria rainha na época de 2013 ele assinou um contrato de dois anos com a Repsol Honda. Tendo em conta a impressionante época de estreia em que se sagrou Campeão do Mundo de MotoGP e as vitórias já conseguidas em 2014, a formação de fábrica da Honda quer, compreensivelmente, manter os serviços do piloto no final do actual contrato.
 
O actual contrato do colega de equipa de Márquez, Dani Pedrosa, também termina no final do Campeonato do Mundo de 2014.
 
Ao longo do fim‑de‑semana do Red Bull Grande Prémio das Américas, em que Márquez dominou por completo e voou para a vitória para somar o máximo de 50 pontos nas duas corridas já disputadas, foi muita a especulação da imprensa em relação à existência de um contrato já em cima da mesa para o campeão.
 
Mas o patrão da formação, Suppo, confirmou ao motogp.com que, mesmo sendo certo que a Honda está contente com a boa forma de Márquez e que gostaria de manter os seus serviços, ainda é muito cedo para tratar da renovação.
 
Suppo afirmou: “O Marc gosta da Honda e nós gostamos dele, mas ainda é muito cedo para falar de contrato. Sinto que isso será natural mais tarde, ou mais cedo, mas de momento não há nada. Se pensam que já decorrem negociações, não decorrem. A nossa prioridade é continuar com ele e a prioridade dele é continuar na Honda, a situação é essa.”
 
“Foi apenas a segunda corrida do ano, pelo que ainda é mesmo muito cedo para falar de negociações. É claro que com o Marc a ser tão jovem e a ser piloto Honda o gostaríamos de manter para o futuro, mas as verdadeiras negociações ainda não começaram.”

Tags:
MotoGP, 2014, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›