Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Bautista de "pés assentes no chão" para Itália

Álvaro Bautista insiste que não vai deixar que o pódio de Le Mans leve a excessos de optimismo numa altura em que o MotoGP™ vai levar a cabo a sexta jornada do ano em Itália.

O Grande Prémio de Itália em Mugello represente um fim‑de‑semana importante para Bautista, não fosse a prova caseira da sua equipa GO&FUN Honda Gresini. Depois do espanhol ter sido terceiro em França atrás de Marc Márquez e Valentino Rossi, ele quer agora manter a boa forma.
 
“Em Le Mans fizemos uma grande corrida, mas queremos continuar com os pés bem assentes na terra, pelo que olhamos para Mugello com a mesma atitude de sempre: trabalhar passo a passo,” comentou Bautista na terça-feira. “O pódio de França, contudo, permite-no estar um posto mais tranquilos numa pista com curvas longas e rápidas, o que pode ser mais complicado para nós.”
 
“A nossa moto melhorar em várias áreas depois do teste pós-corrida de Jerez, em especial no que toca a suspensão e travões; melhorias que nos ajudaram numa pista como Le Mans. Se também se revelarem úteis em Mugello poderemos dizer que partimos de uma boa base. Será difícil terminar no pódio – temos de ser realistas – mas vamos tentar ficar o mais perto possível das motos de fábrica, como sempre.”
 
O resultado de Bautista nos três primeiros em Le Mans surgiu após a conquista dos primeiros pontos do ano, cortesia do sexto lugar em Espanha depois de um início de 2014 muito atribulado para o antigo Campeão do Mundo de 125cc, que sofreu quedas nos Grandes Prémios do Qatar, Américas e Argentina.
 
“Este Grande Prémio é também muito importante para toda a equipa, pelo que seria bom conseguir um bom resultado perante todo o público da casa que vai estar presente para nos apoiar; para os patrocinadores e para todos os elementos da equipa,” conclui Bautista antes de Mugello.

Tags:
MotoGP, 2014, Alvaro Bautista, GO&FUN Honda Gresini

Outras actualizações que o podem interessar ›