Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Os números de Mugello

Os números de Mugello

Uma selecção dos mais importantes números e factos da sexta jornada do Campeonato do Mundo de MotoGP™ de 2014, o Grande Prémio de Itália TIM.

150 – O segundo lugar de Valentino Rossi no Grande Prémio de França representou o 150º pódio do italiano na categoria rainha. O outro piloto mais bem sucedido em termos de pódios na categoria é Mick Doohan com 95.
 
18 – Valentino Rossi terminou nos oito primeiros nas últimas 18 corridas de MotoGP, desde Mugello no ano passado, quando caiu na primeira volta com Álvaro Bautista.
 
16 anos – No dia da qualificação em Mugello passam exactamente 16 anos sobre o dia em que Alex Crivillé venceu o GP de França de 500cc em 1998 tornando-se no primeiro espanhol a liderar o Campeonato do Mundo da categoria rainha.
 
7,088s – No GP de França Jorge Lorenzo terminou em sexto na corrida de MotoGP a 7,088s do vencedor Marc Márquez. Esta é a mais curta margem entre os seis primeiros numa corrida completa de MotoGP desde o GP da Alemanha de 2002, altura em que Valentino Rossi terminou com apenas 2,780s de margem sobre o sexto classificado Norick Abe.
 
6 anos – No dia da corrida em Mugello passam exactamente seis anos sobre GP de Itália de 2008, última vez em que as três categorias foram ganhas por pilotos italianos: 125cc – Simone Corsi, 250cc – Marco Simoncelli e MotoGP – Valentino Rossi.
 
5 anos – No dia da qualificação do GP de Itália passam exactamente cinco anos sobre a vitória de Casey Stoner em Itália, em 2009; foi o primeiro triunfo da Ducati no MotoGP em Mugello.
 
4 – São apenas quatro os pilotos que somaram pontos nas cinco primeiras corridas de Moto2™ já disputadas este ano: Tito Rabat, Mika Kallio, Sandro Cortese e Anthony West.
 
3 – No GP de França Jack Miller assinou a terceira vitória na Moto3™, o que faz dele o segundo australiano mais bem sucedido em toda a história da classe de Moto3/125cc em termos de vitórias em GPs. O outro australiano com mais triunfos que Miller na categoria mais baixa é Tom Phillips, com quatro vitórias nas 125cc, todas elas em 1961, ano em que se sagrou Campeão.
 
2,173s – Na corrida de Moto3 el Le Mans o décimo classificado Jakub Kornfeil cruzou a linha de meta a 2,173s do vencedor Jack Miller. Esta é a mais curta diferença entre os dez primeiros da Moto3/125cc desde o GP de Valencia de 125cc de 2001, quando o 10º, Joan Olivé, terminou a 2,078s do vencedor Manuel Poggiali.
 
0,64s – O tempo total que separou os dois primeiros nas cinco primeiras corridas de Moto3 já disputadas em 2014.

Tags:
MotoGP, 2014, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM

Outras actualizações que o podem interessar ›