Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Iannone contente com terceiro, mas quer mais

Iannone contente com terceiro, mas quer mais

Andrea Iannone, da Pramac Racing, tem mostrado ritmo com regularidade nos treinos ao longo da época e assinou a terceiro tempo nesta sexta-feira em Mugello.

O jovem italiano está motivado para a corrida em casa, o Grande Prémio de Itália TIM, e está determinado a recuperar a forma do início da temporada após duas recentes desistências.
 
Iannone viu três resultados consecutivos nos dez primeiros, nas primeiras três corridas da época, serem interrompidos por desistências em Jerez e Le Mans, mas o ritmo consistente e as melhorias na forma física foram têm sido evidentes este ano e ele voltou a estar entre os da frente nos treinos desta sexta-feira.
 
O piloto Ducati rodou a 0,43s da Marc Márquez na FP1, mas ficou frustrado por não conseguir avaliar nova afinação durante a tarde devido às condições climatéricas.
 
Ele comentou: “Estou muito contente hoje porque fui rápido no primeiro treino e estou contente com a minha prestação. Também estou satisfeito com as sensações na moto. Fiquei desapontado com o segundo treino porque era importante rodar com a moto pois a equipa e eu queríamos fazer pequenas alterações na moto. Tinha uma afinação diferente para o segundo treino, mas não o pude avaliar.”
 
Sobre a eventual vantagem da Ducati em Mugello, onde a marca testou em Maio, Iannone disse: “Antes desta manhã pensei que talvez tivéssemos vantagem. Talvez alguma, mas a Honda e a Yamaha estão melhores. O Marc (Márquez) rodou perto de mim com a Honda e vi que nas curvas a motos dele estava muito rápida. A minha moto tinha muito movimento e não é possível ser tão rápido como ele.”

Tags:
MotoGP, 2014, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, Andrea Iannone, Pramac Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›