Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Márquez na frente em produtivo teste da Catalunha

Após a fantástica corrida de domingo no Grande Prémio Monster Energy da Catalunha, as formações de MotoGP™ levaram a cabo um dia completo de testes no Circuito de Barcelona-Catalunha nesta segunda-feira, com o Campeão do Mundo Marc Márquez a registar o melhor tempo.

O dia começou com os pilotos a levarem a cabo um teste de 30 minutos a uma configuração mais curta da Curva 10, com o objectivo de avaliarem a possibilidade de melhorar a segurança no futuro. Os pilotos vão apresentar um relatório formal à Comissão de Segurança dos Grandes Prémios no próximo evento, em Assen.
 
O ensaio teve lugar em condições de piso seco e sol durante todo o dia, se bem que surgiram algumas nuvens ameaçadoras a meio do dia.
 
Marc Márquez trabalhou com a Repsol Honda Team na afinação da moto e configuração de electrónica com as visitas a Assen e Sachsenring em mente. Como a maior parte dos pilotos presentes, o líder da classificação também avaliou novo pneu frontal da Bridgestone com actualização de composição e que poderá ser introduzido mais para a frente na época.
 
Os pilotos da Movistar Yamaha MotoGP, Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, trabalharam na nova especificação de motor para 2015 e avaliaram o novo sistema de escape Akrpovic nas Yamaha YZR-M1 de fábrica; o italiano e o espanhol rodaram a três e nove décimos de segundo do 1m41,184s de Márquez, respectivamente.
 
Os pilotos permanentes da Ducati Team testaram uma actualização de software que Michele Pirro também usou ao longo do fim‑de‑semana de corrida, com o piloto de testes a dar continuidade ao trabalho no Circuito de Barcelona-Catalunha ao longo dos próximos dois dias.
 
Randy de Puniet trabalhou com novo motor com a Suzuki MotoGP Test Team e vai continuar as avaliações em pista até quarta-feira. A Suzuki também se está a concentrar no desenvolvimento do chassis e na evolução do software, isto enquanto tenta encontrar boa afinação para este circuito antes de regressarem à competição na próxima época.
 
Stefan Bradl testou alterações na geometria da suspensão e electrónica, enquanto Álvaro Bautista terminou o trabalho mais cedo depois de avaliar travões e suspensão. O espanhol ainda se está a ressentir da grande queda que sofreu no sábado.
 
No que toca ao outro lado da garagem da GO&FUN Honda Gresini, Scott Redding avaliou novas afinações de geometria, além de, e tal como todos os outros pilotos Open, ter também testado novo software Magneti Marelli.
 
O suíço da Moto2™, Dominique Aegerter, testou a segunda moto de Mike di Meglio, da Avintia Racing, totalizando 89 voltas no que foi o primeiro contacto com maquinaria da categoria rainha.

Tags:
MotoGP, 2014

Outras actualizações que o podem interessar ›