Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dall'Igna fala dos esforços para levar a Ducati de novo ao topo

Numa entrevista ao Corriere dello Sport, Luigi Dall'Igna – Director Geral da Ducati Corse – falou alongadamente sobre a forma como o construtor italiano está a trabalhar para a próxima fase do projecto de MotoGP™.

Tendo-se juntado à Ducati para a actual campanha, Dall’Igna já está a deixar marcas da sua autoridade no trabalho da companhia no MotoGP, com o foco agora colocado em melhorar a comunicação entre pilotos, mecânicos e engenheiros.
 
Trata-se de um ponto chave para a Ducati que procura recuperar a competitividade que a levou a conquistar o Campeonato do Mundo de MotoGP™ com Casey Stoner em 2007.
 
A chegada de Dall'Igna parece estar já a dar frutos com Andrea Dovizioso a assinar o segundo pódio da época em Assen.
 
Em declarações ao desportivo italiano Corriere dello Sport, o engenheiro transalpino fez um ponto de situação sobre os actuais progressos da Ducati e os planos para 2015.
 
“Na Catalunha melhorámos 26 segundos, reduzindo o nosso atraso em metade, mas é claro que os nossos rivais melhoraram 10 segundos em comparação com o ano passado,” comentou Dall’Igna.
 
O próximo passou na “recuperação” da Ducati já está a ser preparado com Dall'Igna a explicar: “Em Sachsenring vamos usar o novo software que testámos em Barcelona. Depois, após Brno, vamos ter nova carnagem porque apesar da aerodinâmica não ser tão crucial no motociclismo como na F1, não deixa de desempenhar um papel.”
 
Olhando para o resto da temporada Dall’Igna deu a conhecer a sua filosofia de desenvolvimento do novo protótipo GP15. Ele disse: “O primeiro passo é o motor e esperamos tê-lo pronto para o teste pós-Valencia. Vai continuar a ser um motor a 90º, mas será mais pequeno, o que nos vai permitir melhor afinação e tirar mais dos pneus.”
 
Na verdade, no que respeita aos pneus e à alteração do fornecedor oficial do Campeonato do Mundo em 2016, trata-se de mais um factor para Dall'Igna ter em linha de conta: “O regresso dos pneus de 17 polegadas vai voltar a baralhar tudo. A Honda e Yamaha são motos que temos de bater. Temos de aprender com eles,” acrescentou.

Tags:
MotoGP, 2014, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›