Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo segundo e Rossi quinto na sexta-feira

Os pilotos da Movistar Yamaha MotoGP Jorge Lorenzo e Valentino Rossi estiveram fortes no arranque do bwin Grande Prémio da República Checa nesta manhã de sábado, mas tiveram um tarde frustrante.

Após um bem sucedido fim‑de‑semana em Indianápolis, Lorenzo manteve o bom ritmo hoje em Brno. O espanhol foi rápido a encabeçar as tabelas de tempos, mas o rival Marc Márquez passou para o comando a meio da sessão, com Lorenzo a terminar a FP1 com uma marca de 1m56,840s, apenas mais 0,037s que Márquez.
 
O colega de equipa Rossi apresentou bom ritmo durante as tiradas matinais. O italiano rodou de forma consistente no segundo 57 e esteve várias vezes na liderança da tabela de tempos. A sua melhor volta foi de 1m57,532s, o que lhe valeu o quinto posto.
 
Os dois pilotos estavam desejosos por melhorar os tempos durante a tarde, mas ao cabo de três minutos começou a chover, o que afectou os trabalhos. A 19 minutos do final os pilotos foram para a pista para testarem as afinações de molhado.
 
“Fiquei muito surpreso com a nossa prestação esta manhã no seco,” confessou Lorenzo. “Começámos bem, mas senti que tínhamos muitas coisas para ajustar, pelo que a margem para melhorar era muita. Infelizmente choveu durante a tarde. Nessas condições ainda estamos muito longo dos outros. Temos de trabalhar na nossa afinação de molhado porque parece que amanhã vai chover, mas não no domingo. Queremos estar rápidos amanhã caso chova; de todas as formas creio que estamos bem no seco.”
 
Já Rossi disse: “Esta manhã rodámos com pneus e afinação de seco. Infelizmente tivemos chuva durante a tarde. É uma pena porque temos de tentar algo para melhorar a afinação, mas ao mesmo tempo consegui fazer algumas voltas no molhado. Temos de preparar a moto o mais depressa possível porque perdemos uma sessão de treinos e temos de ter uma ideia clara do que vamos fazer em caso de chuva. Temos de trabalhar com a equipa e estar prontos para amanhã. No molhado perdemos um pouco na aceleração. O problema é que apesar de estar em terceiro os meus rivais estão um segundo mais rápidos. Parece que estão muito fortes.”

Tags:
MotoGP, 2014, Valentino Rossi, Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›