Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dakota Mamola substitui Nico Terol em Silverstone

Dakota Mamola substitui Nico Terol em Silverstone

Depois de se ter estreado no FIM CEV Repsol no início da época, o jovem está agora prestes a estrear-se nos Grandes Prémios no lugar de Nico Terol.

A 22 de Maio a Aspar Team anunciou que iria dar apoio técnico a Dakota Mamola para a estreia do piloto no FIM CEV Repsol com a GRT Racing Team. Agora, após apenas três jornadas a competir a nível nacional, o piloto vai estrear-se no Campeonato do Mundo com a MAPFRE Aspar Team no lugar de Nico Terol, que está a recuperar de fadiga muscular, problema que o tem afectado toda a temporada.
 
Mamola, filho do quatro vezes vice-Campeão do Mundo de 500cc Randy, vai levar a cabo o primeiro Grande Prémio da varreria sob as cores da Mapfre Aspar Team neste fim‑de‑semana, na corrida de Moto2™ de Silverstone, com Terol a esperar estar apto para regressar à acção já na jornada seguinte, em Misano. É uma grande oportunidade e também um grande desafio para Dakota, que vai entrar no Campeonato do Mundo apenas meses depois de se estrear a nível nacional.
 
Jorge Martínez ‘Aspar’: “Estamos muito contentes por oferecer esta oportunidade ao Dakota Mamola. No final de Maio decidimos apoiá-lo no CEV e ele mostrou o potencial que tem enquanto piloto. Está a progredir rapidamente e estamos certo que ele vai continuar a fazê-lo. Ele vai poder desfrutar de Silverstone porque não está sob pressão. A ideia é ele continuar a ganhar confiança na máquina de Moto2 em preparação para as últimas rondas do Campeonato de Espanha. Estamos muito contentes por termos o Dakota connosco em Silverstone, mas queremos deixar claro que o piloto oficial da MAPFRE Aspar Team é o Nico Terol, que está num processo de recuperação, e esperamos que esse processo seja rápido para que ele possa regressar às corridas o mais depressa possível.”
 
Dakota Mamola: “Antes de mais, queria desejar uma rápida recuperação ao Nico. Graças a ele e à Mapfre Aspar Team tenho esta incrível oportunidade e gostava também de agradecer à GRT Team pelo apoio no CEV. Competir no Campeonato do Mundo é um sonho tornado realidade, não esperávamos que acontecesse este ano, mas foi assim que aconteceu. Vai ser uma experiência totalmente nova para mim e será uma boa oportunidade para aprender mais sobre a Moto2. Será também uma oportunidade para ganhar confiança antes da próxima ronda do Campeonato de Espanha em Navarra. Estou memo muito contente, é uma grande honra a Mapfre Aspar Team ter-se virado para mim para substituir o Nico nesta corrida. Sei que me vão ajudar muito, não estou sob pressão e o objectivo é desfrutar da experiência.”
 
Comunicado de Imprensa Mapfre Aspar Team Moto2

Tags:
Moto2, 2014, Mapfre Aspar Team Moto2

Outras actualizações que o podem interessar ›