Compra de bilhetes
VideoPass purchase

McWilliams prepara-se para marcar presença especial no Grande Prémio

McWilliams prepara-se para marcar presença especial no Grande Prémio

O fim‑de‑semana do Hertz Grande Prémio de Inglaterra vai assistir ao regresso do antigo piloto da categoria rainha Jeremy McWilliams, que vai participar como wild card na Moto2™ sob as cores da Brough Superior Racing.

O experiente piloto de 50 anos efectuou a última temporada completa nos Grandes Prémios em 2004, enquanto em 2005 correu em Brno, mas desistiu com a Proton KR e em 2007 esteve no GP do Qatar, mas não chegou a correr com a máquina da Ilmor GP.
 
Desta feita, ele espera ter mais sucesso com uma máquina da Brough Superior na Moto2™, moto que foi desenvolvido, testada e corrida nos Estados Unidos.
 
McWilliams comentou a surpresa que foi poder correr como wild card: “Recebi um telefonema a explicar-me que tinha um protótipo, uma inscrição e que pensavam que tinham alinhamento de piloto, mas que depois parecia que não ia acontecer com o nome que já tinham escolhido. Assim, primeiro perguntaram-me se estaria preparado para ver a moto, testá-la e dar algumas opiniões. O único palco disponível para testes era Mallory Park, uma instalação pequena, mas fantástica, só que talvez não nos possa dar todas as respostas que precisamos da moto.”
 
“De todas as formas, testámos a moto e as coisas começaram a surgir com o passar do dia. Comecei a sentir-me mais confortável com a moto e comecei a compreender como funciona. As coisas aconteceram muito depressa, tínhamos de tomar uma decisão com base no testes.”
 
Ele continuou: “Concordei em voltar a testar esta semana, mas parece que isso se tornou difícil por causa do dia de preparação na quarta-feira e depois a equipa vai receber novo motor e colocá-lo no chassis na quinta-feira. Assim, vamos chegar a Silverstone com muito pouco tempo de testes num novo protótipo cujo chassis não conheço bem, mas senti-me muito confortável no final do teste de Mallory. Parece que vamos usar a sexta-feira e o sábado para compreendermos melhor a moto, o que é pedir muito, mas é onde estamos.”

 
Explicando melhor a abordagem que vai ter com a Brough Superior Racing, McWilliams comentou: “Conheço bem um dos pilotos de testes, o Shawn Higbee, que vem dos Estados Unidos e vai trabalhar comigo na moto. Ele conhece a moto muito melhor que eu e têm tido algum sucesso com os testes e corridas que têm feito nos Estados Unidos, pelo que têm mais experiência. É apenas uma questão de me sentir confortável com a moto.”
 
Quanto a expectativas para Silverstone, McWilliams disse: “A minha forma física não é a mesma de 2004, mas não é muito diferente de quando corria a tempo inteiro. Mantive-me em boa forma, mas não posso dizer que vou estar tão apto como o Tito Rabat ou o Maverick Viñales! Não é apenas sobre forma física. Correr na Moto2™ não é tão fisicamente exigente como o MotoGP™. É mais ter de chegar ao nível de tipos que estão já a meio do campeonato. A velocidade em curva na Moto2 é impressionante e trata-se de correr como estes tipos.”

Tags:
Moto2, 2014, HERTZ BRITISH GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›