Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pedrosa garante terceiro lugar desde a nona posição

Pedrosa garante terceiro lugar desde a nona posição

O Grande Prémio TIM de São Marino e da Riviera de Rimini viu Dani Pedrosa, da Repsol Honda, terminar em terceiro após difícil partida para a corrida.

Vindo de quinto da grelha, Pedrosa não conseguiu passar as Ducati de Andrea Iannone (Pramac Racing) e Andrea Dovizioso (Ducati Team), permitindo aos três primeiros isolarem-se na frente.
 
O piloto da Honda acabou depois por passar a dupla da Ducati, mas teve dificuldades para encontrar bom ritmo enquanto Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, da Movistar Yamaha MotoGP, impunham forte andamento desde o início da corrida. Pedrosa não se conseguiu livrar de Dovizioso ao longo da prova e preparou-se para duro duelo nas últimas voltas.
 
À décima volta o colega de equipa de Pedrosa, Márquez, caiu na curva Rio, o que levou Pedrosa à terceira posição. A partir desse momento o espanhol melhorou o ritmo, assinando a sua melhor volta à 21ª passagem pela meta em 1m34,320s.
 
Pedrosa terminou a 4,267s do vencedor Rossi, mas conseguiu superar Dovizioso na luta pelo mais baixo do pódio. Com 215 pontos, Pedrosa mantém o segundo posto da geral, apenas um ponto à frente de Rossi.
 
“Não foi a melhor corrida, fiz fraca partida; nas duas primeiras curvas fiquei preso e não conseguia andar. Levei algum tempo a passar as Ducati e assim que o consegui a moto começou a escorregar à frente e atrás. Foi complicado de controlar, dei o meu melhor o Dovi veio comigo, pelo que tive de lutar com ele. Via o Lorenzo e os outros a fugirem ao cabo de apenas duas voltas,” disse o piloto Honda.
 
“Vi o Marc cair e eu estava a puxar forte. Não teve as melhores sensações e estava a tentar tudo. Fiz por me manter à frente do Dovizioso, que estava a igualar os meu tempos. Sei como o Andrea corre e estava pronto para o ataque dele nas últimas voltas. Não foi o melhor resultado, mas a Yamaha esteve mais forte este fim‑de‑semana e agora estamos desejosos pela próxima corrida em Aragão. Gosto da pista e normalmente a Honda anda bem lá.”

Tags:
MotoGP, 2014, GP TIM DI SAN MARINO E DELLA RIVIERA DI RIMINI, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›