Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi encantado com sensacional vitória em casa

Rossi encantado com sensacional vitória em casa

Valentino Rossi conquistou a 107ª vitória da carreira no TIM Grande Prémio de São Marino e da Riviera de Rimini aos comandos da sua Yamaha YZR-M1.

Rossi regressou ao mais alto do pódio pela primeira vez desde Assen 2013, reclamando o primeiro triunfo do ano da Yamaha. O herói da casa fez uma partida excelente desde o terceiro posto, passando o colega de equipa Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP) rapidamente, para delírio dos fãs da casa.
 
Marc Márquez (Repsol Honda MotoGP) lutou com o nove vezes Campeão do Mundo, mas perdeu a frente da RC213V na curva Rio, o que permitiu a Rossi fugir com o triunfo. O italiano terminou com 1,578s de vantagem sobre Lorenzo.
 
A vitória fez com que Rossi se tornasse no primeiro piloto na história a somar mais de 5.000 pontos (5.012) em todas as categorias dos Grandes Prémios, com 4.070 a terem sido somados na categoria rainha. A caminha para este impressionante recorde foi feita com 192 pódios, 156 deles no MotoGP™. Além disso, foi também a primeira vitória de Rossi em casa desde Misano 2009.
 
Rossi conta agora com 214 pontos no Campeonato, apenas menos um que Dani Pedrosa (Repsol Honda), que foi terceiro e ocupa a segunda posição da geral.
 
“Durante o fim‑de‑semana vimos que a Yamaha estava muito forte e que tínhamos pequena vantagem sobre as Honda. Em casos como este em que o Márquez vence parece um pouco difícil, mas ganhamos motivação porque pensamos ‘hoje pode surgir a vitória’, mas é sempre difícil. Trabalhámos bem com a equipa e fizemos uma boa qualificação,” disse Rossi.
 
“Fiz boa partida e lutar com o Marc e o Jorge; sabia que o Marc queria ficar na frente. Depois de ver a placa entendi que ele tinha caído, ou algo; ficou um pouco mais fácil porque já tinha alugam vantagem sobre o Jorge. Passaram cinco anos desde a minha última vitória aqui, numa corrida semelhante, é como uma máquina do tempo!”
 
“O meu primeiro objectivo era vencer, foi uma vitória melhor que a de Assen. Em Assen o Jorge tinha partido a clavícula, pelo que não estava tão forte. Este ano estou mais rápido, terminei por quatro vezes atrás do Márquez, em segundo. Agora podemos lutar com o Dani pelo segundo posto,” concluiu.

Tags:
MotoGP, 2014, GP TIM DI SAN MARINO E DELLA RIVIERA DI RIMINI, Movistar Yamaha MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›