Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dupla da Repsol Honda ainda consegue alguns pontos apesar de chuva em Aragão

Dupla da Repsol Honda ainda consegue alguns pontos apesar de chuva em Aragão

Marc Márquez e Dani Pedrosa, da Repsol Honda, foram vítimas das condições climatéricas do Grande Prémio Movistar de Aragão, sofrendo ambos quedas.

A dupla espanhola, que partiu das primeira e segunda posições da grelha, fez boa largada, mas perdeu posições durante a primeira volta com Márquez a cruzar a meta pela primeira vez em segundo e Pedrosa em quarto.
 
Pouco depois começou a surgir uma luta entre Andrea Iannone (Pramac Racing) e Márquez, com o italiano a ser tocado pelo azar e a sofrer forte queda. Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP) passou para segundo e começou a lutar com Márquez, trocando várias vezes de posições.
 
A chuva começou a cair e à 12ª volta a bandeira branca foi mostrada, com os pilotos a poderem então trocar de motos. A batalha entre Márquez e Lorenzo continuou apesar do degradar das condições. O piloto da Yamaha abrando, o que permitiu a Pedrosa passar para segundo.
 
Os homens da Honda mantiveram-se em pista enquanto Lorenzo trocou de motos; algo que se revelou um erro, primeiro com Pedrosa a sofrer forte queda à entrada para a Curva 1. Márquez caiu uma volta depois. Ambos voltaram a montar as respectivas motos para depois entrarem nas boxes e trocarem para as máquinas com pneus de chuva, com Márquez a terminar em 13º e Pedrosa logo atrás, em 14º.
 
“A corrida de hoje foi difícil porque, como muito outros pilotos no MotoGP™, nunca tinha experimentado condições de pista como estas. Foi uma peno ter começado a chover; se não tivesse então penso que o Dani, o Jorge e eu teríamos tornado o final da corrida muito emocionante para os fãs,” disse Márquez.
 
Ele continuou: “Penso que fizemos um bom trabalho todo o fim‑de‑semana – foi uma pena a queda. Tentei manter-me em pista porque faltavam poucas voltas, mas hoje aprendi que nestas condições é melhor usar outra estratégia.”
 
Pedrosa acrescentou: “Foi complicado correr em condições extremas, mas conseguimos fazer uma boa primeira parte de corrida e estávamos na luta pela vitória. Tomei a decisão errada em relação a quando entrar para trocar de moto e não troquei quando devia. Os meus pneus não aguentaram mais e caí. Felizmente consegui voltar a pegar na moto e somar dois pontos.”

Tags:
MotoGP, 2014, GRAN PREMIO MOVISTAR DE ARAGÓN, Dani Pedrosa, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›