Compra de bilhetes
VideoPass purchase

MotoGP™ a caminho do Extremo Oriente com Márquez às portas do título

MotoGP™ a caminho do Extremo Oriente com Márquez às portas do título

O Campeão do Mundo de MotoGP™ Marc Márquez tem a primeira oportunidade de conquistar o ceptro da categoria rainha de 2014 neste fim‑de‑semana, na 15ª jornada do ano, o Motul Grande Prémio do Japão, em Motegi.

O circuito da construído pela Honda foi usado pela primeira vez no calendário do Campeonato do Mundo de 1999 e recebe Grandes Prémios desde então, o que faz com que esta seja a 16ª visita do Mundial ao traçado. O fim‑de‑semana marca o início de intenso período de três corridas consecutivas, com o Japão a ser seguido dos Grandes Prémio das Austrália e da Malásia.

Apesar de Márquez não ter conseguido mais que o 13º lugar em Aragão, ele terminou um lugar à frente do colega de equipa na Repsol Honda, Dani Pedrosa, o seu mais próximo rival na luta pelo ceptro, o que o deixou com uma vantagem de 75 pontos.

Para vencer o ceptro em Motegi Márquez tem de terminar à frente do colega de equipa, não perder mais que três pontos para Valentino Rossi e não perder mais que 15 para Jorge Lorenzo.

Os fãs que queiram mostrar o seu apoio a Márquez ao longo deste fim‑de‑semana podem usar o hashtag – #MM93TitleChance.

Entre os vários cenários possíveis para Márquez garantir desde já a revalidação da coroa está a vitória na corrida por parte do jovem espanhol, ou um resultado em segundo ou terceiro com Pedrosa e Rossi atrás dele. O circuito de Motegi já por duas vezes foi o palco da conquista do Campeonato do Mundo de Pilotos; em 2007 com Casey Stoner (Ducati) e em 2008 com Rossi (Yamaha), pelo que Márquez tem boas hipóteses de ser o primeiro piloto Honda a garantir o ceptro em casa do construtor.

Contudo, é claro que os rivais o vão tentar travar. Pedrosa conta com bom conjunto de resultados no Japão, sendo o piloto com maior número de triunfos em Motegi: quatro no total, dois no MotoGP™ e dois nas categorias mais baixas. Tal como Márquez, Pedrosa vai tentar recuperar do fraco resultado de Aragão provocado por queda.

Rossi também vai tentar recuperar da queda que sofreu em Aragão, no seu caso um acidente que colocou ponto final na corrida do italiano e que o levou ao hospital para exames preventivos à cabeça. Felizmente o transalpino saiu relativamente ileso do contratempo e vai dar tudo para voltar ao pódio. Na verdade, Rossi conta com nove resultados nos três primeiros em Motegi, incluindo duas vitórias.

No ano passado o colega de equipa de Rossi na Movistar Yamaha MotoGP, Lorenzo, tornou-se no primeiro piloto a vencer uma corrida de MotoGP™ a partir da pole em Motegi desde Loris Capirossi em 2006. Lorenzo chega ao Japão cheio de confiança depois da primeira vitória da época na última jornada em Espanha.

Enquanto isso, Andrea Dovizioso, da Ducati Team, foi outro piloto a ir ao chão na 14ª jornada, felizmente também sem se lesionar. Dovizioso sentiu que podia mesmo ter lutado pelo triunfo não tivesse ido ao chão perto do final da corrida de Aragão, uma prova onde o colega de equipa Cal Crutchlow conquistou o primeiro pódio da época. O britânico tem apenas mais quatro corridas com a marca italiana e quer concluir a temporada em bom plano.

Aleix Espargaró (NGM Forward Racing) vem de boas semanas de resultados, com o primeiro pódio de MotoGP™ – no MotorLand Aragón – e o subsequente anúncio de lugar com a Suzuki em 2015. Espargaró vai tentar pelo menos mais um resultado entre os cinco primeiros no Extremo Oriente, mas a competição será certamente muita.

Tags:
MotoGP, 2014, MOTUL GRAND PRIX OF JAPAN

Outras actualizações que o podem interessar ›