Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Começo positivo para Lorenzo e Rossi

Começo positivo para Lorenzo e Rossi

Os pilotos da Movistar Yamaha MotoGP Jorge Lorenzo e Valentino Rossi começaram o primeiro de três fins-de-semana de corrida de uma forma positiva, nas primeiras sessões de treino para o Motul Grande Prémio do Japão de domingo.  

Lorenzo mostrou-se calmo e seguro e, ao mesmo tempo, concentrado em ficar na frente dos seus adversários. O vencedor da corrida de Aragão demorou algum tempo no início da sessão de Treinos Livres da manhã no aquecimento dos grandes discos de travão de carbono, obrigatório este ano devido às zonas de grande travagem do circuito de Twin Ring Motegi.
 
Durante toda a sessão, o espanhol foi melhorando os tempos, terminando no topo da classificação com uma volta em 1m45,838s, no último minuto.
 
Na segunda sessão de 45 minutos entrou logo no ritmo, somando voltas em 1m45s, para terminar num confortável segundo lugar. A sua melhor volta de 1m45,580s foi apenas quatro décimos mais lenta do que a do líder, Andrea Dovizioso - que utilizou pneus extra macios - colocando-o na segunda posição dos tempos combinados.
 
Lorenzo comentou: “Depois da vitória de Aragão sabíamos que talvez conseguíssemos ser mais rápidos e estar mais competitivos com um pneu traseiro normal. Também sabemos que no ano passado fomos competitivos e tivemos boa aderência. Desde o início que marcámos o ritmo e melhor do que estávamos à espera. A mota está a trabalhar bem, podemos melhorar alguns pequenos pormenores na afinação, chassis e electrónica, mas no geral o ritmo da mota está bom e estou satisfeito”.
 
O seu colega de equipa, Valentino Rossi, mostrou que a grande queda de Aragão não o afectou. Apesar das travagens serem complicadas devido a uma lesão no dedo, o nove vezes Campeão do Mundo decidiu não levar uma injecção de analgésicos e, mesmo assim, conseguiu estar na frente da tabela de tempos no início da sessão da manhã. O ‘Doutor’ liderou a tabela de tempos em dois momentos, antes de terminar no quinto posto, com uma volta de 1m46,184s, apenas 0,346s atrás do seu companheiro de equipa.
 
Rossi teve uma sessão semelhante à tarde e conseguiu melhorar o tempo para 1m45,890s, menos de 0,75s que o líder. O resultado coloca-o na quinta posição da tabela de tempos combinados, antes das sessões de amanhã.
 
O italiano afirmou: “Senti-me bem na mota e não tive nenhum problema em particular. Tive algumas dores no dedo, especialmente quanto travava havia alguma dor, mas estou optimista, consigo travar bem e sinto-me confortável, sinto apenas algumas dores. No geral, o primeiro dia não foi mau, porque ainda não conseguimos encontrar o equilíbrio certo, mas um quarto lugar não é mau. Tenho um ritmo bom e parece que a Yamaha trabalha bem em Motegi”.

Tags:
MotoGP, 2014, MOTUL GRAND PRIX OF JAPAN, Valentino Rossi, Jorge Lorenzo, Movistar Yamaha MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›