Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner sobre novo teste com a Honda e feitos de Márquez

Stoner sobre novo teste com a Honda e feitos de Márquez

O antigo Campeão do Mundo de MotoGP™, seis vezes vencedor em Phillip Island e antigo piloto da Repsol Honda, Casey Stoner, está no Tissot Grande Prémio da Austrália deste fim‑de‑semana.

O Campeão do Mundo da categoria rainha de 2007 e 2011 foi homenageado pela Corporação do Grande Prémio da Austrália na sexta-feira com a revelação de uma estátua de bronze que conta ainda com os bustos de Wayne Gardner e Mick Doohan. Gardner e Doohan foram, é claro, Campeões do Mundo e vencedores em Phillip Island, tal como Stoner, e os três são MotoGP Legends.
 
Stoner comentou: “Estar ao lado do Mick e do Wayne e ser homenageado desta forma é fantásticos e algo que sinto não merecer. É algo que vai estar aqui por muito tempo e fez-me sentir muito orgulhoso. Depois disto e de ter sido considerado uma MotoGP Legend no ano passado é algo de único. Algo especial e que pensei que nunca aconteceria.”
 
Questionado sobre a actual geração e os feitos de 2014 de Marc Márquez – que ocupou o lugar de Stoner na Repsol Honda Team a partir de 2013 e se tornou no mais jovem bi-Campeão do Mundo de MotoGP™ de sempre – Stoner respondeu: “Foi uma época fantástica para o Marc, todas as vitórias consecutivas e poles [que conquistou].”
 
“Não há nada a apontar, domínio completo. Não teve ninguém a oferecer-lhe verdadeira oposição. O Dani, o Jorge e o Valentino, todos cometeram erros que lhe permitiram isolar-se.”
 
Com Márquez a garantir o ceptro de MotoGP™ em casa da HRC no fim‑de‑semana passado no Japão, dando o terceiro título de pilotos da categoria rainha à Honda em quatro anos, incluindo o de Stoner em 2011, o australiano comentou: “O domínio da Honda é algo que me deixa orgulhoso. Antes de ir para lá não era a moto mais popular e trabalhámos muito com ela, já era uma grande moto.”
 
“Fizemos uma ou duas coisas para tornar a moto mais confortável para mim, mas creio que é uma moto fantástica. Todas as motos são capazes de vencer, mas em temos de simplicidade a Honda é a melhor máquina com que se pode trabalhar.”
 
Sobre o seu papel com a HRC e um plano de regressar para ajudar a marca a desenvolver o protótipo de MotoGP™ Stoner acrescentou: “Foi bom testar com a Honda. Senti-me mal ao sair quando saí. Dois dos testes do ano passado foram marcados pela chuva, o que não foi bom. Vamos fazer mais um teste para compensar isso e espero dar boas informações; o teste vai ser feito um ano depois de ter andado de moto pela última vez, pelo que será um pouco estranho.”

Tags:
MotoGP, 2014, TISSOT AUSTRALIAN GRAND PRIX, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›