Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Barberá contente com quinto lugar

Barberá contente com quinto lugar

Héctor Barberá, da Avintia Racing, terminou o Tissot Grande Prémio da Austrália em quinto, numa prova marcada por quedas e garantindo o melhor resultado até à data na categoria rainha.

Barberá partiu de 14º da grelha e fez uma boa partida para rodar em décimo à sexta volta.
 
Ele entrou depois numa luta com nomes como Yonny Hernández (Energy T.I. Pramac Racing) e Scott Redding (GO&FUN Gresini Honda) ao longo de toda a corrida. Barbará chegou a rodar em 14º antes de começar a atacar nas últimas dez voltas.
 
A queda de Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) e Aleix Espargaró (NGM Forward Racing) na 20ª reacendeu a luta pela liderança entre as máquinas Open, com Barberá e Redding a trocarem de lugares várias vezes ao cair do pano. Não só Barberá conseguiu levar a melhor sobre Redding, como também passou o colega de equipa do britânico Álvaro Bautista (GO&FUN Gresini Honda).
 
Barberá foi o melhor piloto Open e o segundo entre as Ducati. O quinto lugar é o seu melhor resultado de sempre de MotoGP™, batendo o sexto de Jerez, de 2011.
 
Depois da corrida Barberá comentou: “Estou muito contente porque este resultado é incrível para mim e para a equipa. Creio que era necessário para trocarmos a nossa moto antiga para a Ducati. A Ducati tem mais potência, é uma moto muito boa e gostei muito dela durante a corrida. Lutei com o Bautista, com o Redding, com o Aoyama. É um bom resultado e foi a primeira vez que liderei as Open.”
 
“As minhas sensações estão cada vez melhor a cada corrida que passa. Quando se troca de moto a meio da época é complicado porque não se tem tempo para testar, mas estou contente com a moto, a sensação está a surgir e penso que será melhor na Malásia.”

Tags:
MotoGP, 2014, TISSOT AUSTRALIAN GRAND PRIX, Hector Barbera, Avintia Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›