Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Quarto lugar para Dovizioso com Crutchlow a cair na última volta

Quarto lugar para Dovizioso com Crutchlow a cair na última volta

Andrea Dovizioso terminou o Tissot Grande Prémio da Austrália, 16ª jornada do Campeonato do Mundo de MotoGP™ de 2014, na quarta posição, enquanto o colega de equipa Cal Crutchlow sofreu azarada queda na última volta quando rodava em segundo.

No circuito de Phillip Island Dovizioso assinou resultado positivo depois de ter lutado pelo quinto com os irmãos Espargaró, Bradley Smith e Stefan Bradl ao longo de toda a corrida e no final, ajudado por várias desistências, conseguiu ver a bandeira de xadrez em quarto.
 
O colega de equipa de Dovizioso na Ducati, Crutchlow, teve azar e não chegou ao final daquele que foi, eventualmente, o melhor fim‑de‑semana do ano do britânico. O piloto de Coventry estava am segundo, atrás do eventual vencedor Valentino Rossi, quando perdeu a frente da Desmosedici GP14 na Curva 4, na última volta.
 
Após um início lento desde o segundo posto da grelha, Crutchlow chegou a rodar en nono no final da 1ª volta, mas era já quarto pela sexta volta. Ele ganhou mais um lugar depois da queda de Marc Márquez e depois passou Jorge Lorenzo na 23ª volta, mas na última a queda negou-lhe o pódio.
 
Dovizioso disse: “Foi uma corrida mesmo invulgar e não posso dizer que esteja contente com este fim‑de‑semana porque nunca estive competitivo. Contudo, esta experiência será útil para o próximo ano. Temos de compreender onde e como podemos melhorar. Estou contente com o quarto lugar porque somar pontos desta forma, com o ritmo que tínhamos antes da corrida, é sempre positivo. Agora vamos para a Malásia e Sepang, uma pista que adoro, pelo que vou tentar melhorar.”
 
Crutchlow admitiu: “Estou muito desapontado com o resultado de hoje. Não merecíamos. A primeira vez em que abrandei durante toda a corrida foi na última volta e, como é óbvio, o pneu frontal arrefeceu. Escolhi o assimétrico e este seria sempre o risco que iríamos correr. Foi uma pena, o único erro que cometi foi ter abrandado um pouco e não continuar a puxar o resto da volta. Estou desapontado pela equipa porque acredito que mereciam o resultado, lamento muito.”

Tags:
MotoGP, 2014, TISSOT AUSTRALIAN GRAND PRIX, Andrea Dovizioso, Cal Crutchlow, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›